terça-feira, 28 de junho de 2011

A tecnologia e os aniversários

Todos sabem bem o quanto a tecnologia se infiltrou nas nossas vidas e, de desconhecida, passou a ser indispensável. Exemplos são inúmeros: telefone celular, players, internet, notebook, netbook, tablets e por aí vai.

Poucas pessoas passam uma semana inteira sem acessar internet sem que isso cause transtornos na vida e crises de ansiedade.

Mas é curioso ver como isso acabou mudando hábitos. Ontem era aniversário da minha cunhada (parabéns para ela, que é leitora assídua do blog, minha fã e eu sou fã dela, a quem considero uma irmã!). Atualmente ela mora em Buenos Aires, com meu irmão e o meu sobrinho (o mais fofo do mundo, sem dúvida).

Eu mandei os parabéns pelo facebook. Aliás, eu e a torcida do Flamengo, aproximadamente. Nada contra e nada de errado, mas o fato é que, até o horário em que falei com ela, ontem à noite, ela havia recebido dois telefonemas de parabéns: um da mãe, um da sogra. Ressalto que uma não acessa a Internet, a outra apenas sob forte supervisão.

Ficamos pensando se isso aconteceu por ela morar longe, e ser caro telefonar. Mas ninguém fica tão mais pobre por uns reais usados para desejar algo de bom a uma pessoa querida, uma vez no ano.

Acho que é pela facilidade da internet, que deixa as pessoas mais próximas, mas nem tanto. É legal receber declarações de carinho escritas e publicadas num mural, para todos verem. Mas é muito legal receber aquelas palavras pensadas e ditas só para você, como um presente. Receber o tempo de quem largou o que estava fazendo para telefonar. Ou mandar um e-mail, SMS, que seja! As opções são várias. Mas nenhuma deixa entrever a emoção denunciada pelo tom de voz como uma ligação telefônica. E por um abraço dado pessoalmente, então!

Fiquei pensando nisso, e lembrei que apenas as pessoas mais próximas me viram ou me telefonaram no meu aniversário. O que deixa pensar que os recados virtuais são para os conhecidos, aquelas pessoas que estão num círculo de convívio um pouco mais distante que o círculo dos amigos.

Amigos: nos aniversários e datas importantes, liguem, apareçam, mandem recados individuais. Esses presentes são únicos, e deixam sua marca.

Renata escreve às terças-feiras, e hoje aproveita para mandar mais uma vez parabéns virtuais à cunhada, já que o abraço virá só daqui alguns meses.

4 comentários:

Marcos disse...

Ótimo texto!

O Guri disse...

Olha, uma vez eu já escrevi sobre a banalização do "tudo de bom" e penso o mesmo em relação à demonstrações de afeto e parabéns de aniversário. Deveria ser uma data especial, como quando a gente é criança e espera o dia do aniversário pelo ano todo. Só há um dia de aniversário no ano, mas há 364 dias de desaniversário!

Bejo na tua bunda e na das meninas aí!

Sindy disse...

Eu acho que te abracei no último aniversário, né???
Saudades de ti
Bjus

Renata disse...

Sindy! Sim, abraçou-me! \o/
Abaixo a banalização dos cumprimentos!!!!
Beijos a todos!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...