terça-feira, 8 de maio de 2012

O causo da carteira

Esse é da série "coisas que só acontecem comigo". Há algumas semanas, passei o final de semana em um lugar paradisíaco! Praia, mar, rio, mangue, pessoas muito legais e a água de coco mais doce que se tem notícia! Tudo lindo! Mas como lá quase ninguém aceita cartão, separei a habilitação e um dinheiro, e guardei a carteira na mala.
Desfiz a mala com toda a apressa, e na segunda-feira percebi que estava sem carteira. Pensei: tenho que lembrar de procurar na mala. Obviamente, esqueci. E na terça -feira o mesmo pensamento se repetiu.
O detalhe é que nunca perco minha carteira, não sou dessas.
Terça-feira, no meio da tarde recebo um telefonema, no trabalho:
- Você é a Renata?
- Sim.
- Você perdeu sua carteira?
Pensei com meus botões e dei a única resposta que podia:
- Acho que sim...
Resumo da ópera: eu deixei a carteira no balcão de um restaurante, em outra cidade. O pessoal de lá investigou tudo o que havia lá dentro. Como minha carteira é, na verdade, um porta cartões, não há muito o que investigar.
Encontraram minha carteira de mergulhadora e deduziram: se ela mergulha, o pessoal do ICMBio deve conhecer! Levaram minha carteria lá, mas a foto é antiga e niguém reconheceu. Pelo nome, acharam que eu podia ser amiga de uma amiga minha. Ligaram pra ela, que passou meu contato.
À noite fui buscar a carteira, que estava com TUDO dentro. Inacreditável!
Ainda por cima fiz duas amigas, as investigadores do Prado! Essas pessoas não só tiveram boa vontade extrema em devolver a carteira, como foram atrás e se empenharam!
É bom ver que tem gente do bem!

Renata se admira quanto encontra pessoa do bem. Mas não devia, ela acha que isso deveria ser normal.

5 comentários:

Angel disse...

E viva a galera do BEM! E cresça a galera do BEM!

Carla disse...

Inacreditável!!! Ainda bem que existem pessoas boas no mundo e que elas cruzaram seu caminho!

Libna Gonçalves disse...

São poucas mas GRAÇAS A DEUS elas existem!!

Das coisas que vejo e gosto. disse...

Menina que delícia de história. A gente se espanta com essas coisas, né? Devia ser o contrário, realmente. Mas não é.
Beijos, flor!
Selma.

Cláudia disse...

Como vc diz, "da série aconteceu comigo", já encontrei 3 carteiras. Todas elas tinham dinheiro e sempre as devolvi intactas (óbvio) - uma delas inclusive
tinha a mesma quantia do meu salário mensal. A idéia de me apropriar do que não é meu, me deixa nervosa..!!Isso deveria ser com todos né??

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...