domingo, 1 de maio de 2011

Entre quedas e recomeços. . .

A menina traz sempre consigo uma frase que aprendeu tempos atrás e que a si mesma repete todos os dias:

"Não quero passar a vida nas pontas dos pés para chegar sã e salva à morte...".

É que a menina é dessas pessoas que seguem pela vida afora com leveza, descuidadamente, sem levar consigo bagagens excessivas e sem medir os pormenores de cada passo do caminho...
Por vezes a menina tropeça e cai.
Por vezes a queda é tão feia que ela se esborracha no chão e sangra.
E de tanto sangrar, ela chora.
E de tanto chorar, ela pensa que está completamente vazia.
...
Mas então a menina olha para as belezas do caminho e sorri por entre as lágrimas...
E decide levantar.
E levanta, ainda que mancando.
E segue em frente, mesmo com o sangue escorrendo.
E, de peito aberto e sorriso no rosto aprecia a beleza do caminho, a dureza do caminho e aprecia, até mesmo, as dificuldades do caminho.
A menina, então, sabe-se viva e sente-se plena...

Déia escreve aos domingos e, entre quedas e recomeços, vai seguindo em frente...

8 comentários:

LuH disse...

Oww Déia, que lindo!
Entre o céu e o chão está a menina, e o movimento dela é o que importa.
Quem nunca levou uma rasteira da vida, não aprendeu o valor da felicidade:

de estar vivo
de levantar
de continuar...

Bjo gde

Eduque-Q disse...

Olá Déia! O importante é a menina continuar a caminhar. Afinal, como disse um poeta aí das suas bandas "Nada jamais continua, tudo vai recomeçar!" (M. Quintana)
Uma Feliz semana prá ti!
Um abraço,
Sérgio
--
http://eduqueweb.net
http://twitter.com/educandosempre
http://twitter.com/poemasecontos

Andréia B. Borba disse...

Oi Luh, oi Sérgio!

Luh, querida, realmente é o movimento da menina o que faz toda a diferença... Um beijo enorme minha querida!
Déia

Sérgio, querido, de fato, o que importa é que a menina não páre, que a menina não se entregue. E Quintana (provavelmente inspirado em Heráclito, eu suponho)foi muito feliz em sua colocação. Tudo sempre recomeça...
Uma ótima semana p/ vc tb! Abraços, Déia

Elenilton Neukamp disse...

Sim, tudo sempre recomeça e - ainda segundo o Quintana - "a vida é uma aventura da qual não sairemos vivos".

Huguinho disse...

Puxa, curti. Bem sincera e objetiva. Com este texto e estes comentários, admito que a vida também é recheada de altos e baixos, entretanto, não podemos desistir e lembrar que havia uma pedra no meio do caminho

Andréia B. Borba disse...

olá Elenilton, Olá huguinho!
td bem meninos?

Elenilton, que bom que tudo sempre recomeça, não é mesmo? ;-)
Abraços, querido! Déia

Huguinho, fico feliz que você tenha gostado do post! De fato, não podemos desistir, ainda que haja "uma pedra no meio do caminho"... ;-)
Abraços querido! Déia

Advokete disse...

Não sei por quê, mas me identifiquei muitíssimo com esta menina!!

Andréia B. Borba disse...

Olá Advokete!
Que bom que se identificou com ela...
Ela é uma batalhadora ferrenha...
Bjs!
Déia

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...