domingo, 27 de fevereiro de 2011

Morte

Essa semana que passou faleceu, de forma trágica, um colega meu muito querido. Isto me fez, novamente, refletir acerca da morte... Nunca pensamos nela, a não ser quando a sentimos tão perto que não temos como ignorar sua presença...

Hoje lembrei das pessoas queridas (amigos, parentes, conhecidos) que partiram desta vida e algo em mim entristeceu...

Pensei em todas as palavras não ditas, nos sorrisos não distribuídos, nos abraços não dados, nas brincadeiras não feitas... e me dei conta de que nesta vida não terei outra oportunidade de dizer-lhes o quanto eram importantes, o quanto eu os amava ou, simplesmente, o quanto eu apreciava sua companhia...

Por um momento uma sombra quis pairar sobre meu coração, mas a afastei rapidamente, pois pensei em todos os o que eu amo e que ainda estão compartilhando esta existência comigo...pensei em seus olhares, seus sorrisos, seus abraços... e isso inundou meu coração de ternura e amor... e fiquei grata por ainda ter a chance de dizer-lhes o quanto me importo...

Sei que às vezes pode soar piegas para quem diz, mas quem ouve o quanto é importante e apreciado sempre se sente feliz...

A vida é tão corrida e cheia de afazeres surpresa que vão surgindo ao longo dos dias, que nem sempre nos lembramos de demonstrar nosso amor por alguém... Façamos isso hoje, façamos isso AGORA, pois o tempo não espera por ninguém e não sabemos se teremos oportunidade para isso amanhã...


Déia escreve aos domingos e quer dizer a todos aqueles que ama que se sente muito grata por tê-los como companheiros de jornada...

2 comentários:

Camila Monteiro disse...

É amiga vc disse tudo mesmo, nós só olhamos para a morte e lembramos dela quando ela está perto. A primeira vez que alguém proximo de mim faleceu me senti tao fragil, tao facilmente afetavel e dai em diante comecei a pensar mais nisso.
Meus pesames, espero que melhore logo.

andreiaborba disse...

Oi Cami querida td bem?
Pois é, infelizmente somos todos assim... só pensamos que um dia, de fato, vamos morrer, quando alguém próximo deixa esta vida...
Talvez devêssemos refletir um pouco mais sobre a efemeridade da vida...Quem sabe pudessemos vivê-la melhor, não é mesmo?
Bjs amiga!
Déia

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...