terça-feira, 8 de junho de 2010

Pequenas ironias de uma vida pequena

Cuida-se mais da privacidade do peso da balança do que da senha do caixa eletrônica.

As pessoas ficarem irritadas por serem tratadas com grosseira, mas sentirem-se melhores ao tratar os outros com grosseria.

Pessoas que se conhecem nem se cumprimentarem. Exceto, talvez, por Orkut.

O dia ter 24h para todos e algumas pessoas nunca terem tempo para nada.

Gastar uma grana estudando, viajar, pagar inscrição de concurso, hotel, ônibus, táxi, alimentação, sentir stress concentrado ... e não passar.

Saber que o homem perfeito existe. E não está nem aí para você.

Saber que o único jeito de ganhar, às vezes, é perder.

Renata não cansa de se surpreender com as pequenas ironias da vida. Como este texto, escrito no futuro e postado na terça-feira.

3 comentários:

Danielly Tiepo disse...

Oie... ha algum tempo sigo seu blg, e adoro!!

To passando hj pra divulgar um sorteio que to fazendo no meu blog, o Bagunça!

Participa lah http://blogdatiepo.blogspot.com/2010/06/sorteio.html

E boa sorte!
Beijo

Felipe Miralha da Silveira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Tempo & Solidão disse...

Legal o texto. Já havia pensado nestas idéias uma vez, agora é a primeira vez que vejo alguém divulgá-las. Pra que tanta ironia assim na vida? Vivo me perguntando isto.
Abraços

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...