domingo, 13 de março de 2011

CHATOS-INVASORES-DE-ESPAÇO-ALHEIO:

Dia desses, lendo o blog de uma amiga, vi que ela escreveu que fica angustiada quando a campainha toca e ela não está esperando alguém. Concluí que deve ser por conta de experiências nada agradáveis com pessoas chatas, que costumam invadir seu espaço.
Confesso que também fico angustiada na iminência de visitas inesperadas... Principalmente quando são pessoas do tipo invasivas...
Pensando nisso, resolvi “homenagear” os quatro piores tipos de chatos-invasores-de-espaço-alheio que já cruzaram meu caminho:

Tipo I:

18hs30min. Você chega do trabalho podre de cansada e morta de cólicas, desliga o celular porque não quer falar com ninguém, se enfia no pijama e se prepara para ir direto para a cama. Seu telefone residencial começa a tocar insistentemente. Você, claro, não atende. Mas ele continua a tocar. Você começa a sentir uma certa culpa... Afinal, pode ser sua mãe com algum problema sério...ou alguém pode estar no hospital...ou (Meu Deus!!!!) alguém da sua família pode ter morrido e estão tentando lhe avisar!!!! Você, então, já totalmente desequilibrada pelo remorso atende ansiosamente:

Você: Alô!?!

Chato: Bah! Mas até que enfim, hein? Tava fazendo o quê que não atendia o telefone??? Aliás, tem telefone p/ quê se não atende???

Você, entre o alívio e raiva: Mas quem é que está falando afinal de contas?!?

Chato: Não reconhece a minha voz?

Você, já perdendo a paciência: Se eu tivesse reconhecido não estaria perguntando...

Chato: Ihhh! Mas que grossa! Tá na TPM, é?

Você: Olha aqui, se você não disser logo o que quer vou desligar essa p... na sua cara!

Chato, às gargalhadas: Calma, calma... Sou eu amiga, a fulana...

Você, bufando: Oi.

Chato: Olha só, como eu sabia que essa é a hora que você chega do trabalho, tô ligando p/ avisar que vou dar uma passadinha aí na sua casa, tá?

Você: Hein?

Chato: É que eu tenho que fazer uma horinha até as 20hs, sabe? E como eu tô sem nada p/ fazer resolvi ir até aí tomar um café!

Você, beirando as lágrimas: Pois é... mas é que eu acabei de chegar e...

Chato: Ah, mas não se preocupa, querida! Sua casa está sempre uma bagunça mesmo! Nem se estressa em arrumar... Daqui há dez minutinhos to chegando...

Você: Escuta, mas é que...

Chato: Então tá. Beijo.

tututututututututututu

...

Tipo II:

Quarta-feira à noite, você está confortavelmente instalada na poltrona da sua casa, namorando e vendo um filminho. Seu celular toca e o número é desconhecido. Como sua curiosidade é enorme, você decide atender:

Você: Alô?

Chato: Oi! Tudo bem? Aqui é a fulana...
Você: Ah! Oi!

Chato: Você tá em casa agora?

Você, adivinhando que a pessoa vai se convidar para lhe visitar, pensa em uma desculpa: Sim, mas já estou de saída...

Chato: Ah, mas então antes de sair abre a porta que eu estou parada aqui na frente...

...

Tipo III:

É dia de semana e sua rotina foi super puxada. Você chega em casa podre de cansada, doida para tomar um banho, colocar aquela roupa que, de tão velha, já poderia ir para um museu, calçar um bom par de chinelos, se acomodar no sofá para ler um livro ou assistir TV e... ding-dong! Toca a maldita campainha...Você, angustiada, desejando que seja um engano, coloca só um pedacinho da cabeça para fora da porta para espiar quem é:

Você: ...

Chato: Oiiii! Tudo bem?

Você, meio sem graça e ainda sem ter aberto a porta completamente: Oi. Que surpresa você por aqui...

Chato: Pois é, menina! Estava passando aqui por perto e resolvi vir conhecer a sua casa!
Você: Ah! Bom, entra...

Chato, olhando para tudo quanto é lado: Nossa! Que casa... diferente a sua... Bem colorida, né? É a sua cara!

Você, sem saber se recebeu uma crítica ou elogio, apenas dá um sorrisinho amarelo: ...

Chato, ainda examinando todos os seus móveis: Nossa! Que lindo esse vaso! Quanto custou? Pagou caro?

Você, muito desconfortável: Eu ganhei de presente...

Chato: É?!?!?!? Mas que sorte! Quem lhe deu deve ser cheio da grana, né?

Você: Hããã... Não sei...

Chato, esparramando-se em seu sofá: Amiga, você não se importa se eu ligar a TV, né? É que vai começar a novela...

Você, desanimando de vez: Tudo bem... Pode ligar...

Chato, ainda não contente em ter estragado sua noite: Uma pipoquinha iria bem, você não acha?

...

Tipo IV:

Tarde chuvosa de domingo... Você e seu amor aconchegadinhos na cama, no maior clima, quando toca a maldita campainha. Vocês decidem não atender. A campainha continua tocando, insistentemente, mas vocês resistem. Eis que então começa a tocar o celular. Um de vocês decide conferir no visor do aparelho quem é que está ligando e percebe que é aquele amigo (a) que vocês adoram, mas que tem o péssimo hábito de aparecer sem avisar. Vocês, então, decidem atender e dizer que não estão em casa:

Você: Alô!

Chato: Oi! Tudo bem?

Você: Tudo bem e você?

Chato: Tudo ótimo!

Você: Que bom...

Chato: Acordei você?

Você: Não, não... Nem tô em casa...
Chato: Não?!?

Você: Não...

Chato: Mas saiu à pé então?

Você, já estranhando a pergunta: Ué, por quê?

Chato: É que eu tô aqui na frente da tua casa e vi o carro estacionado aí na garagem...

Você, se sentido acuada: Ah, sim, pois é... É que resolvi caminhar mesmo...

Chato: Mas que estranho! Caminhar numa tarde chuvosa dessas?!?

Você, mortificada: Hããã...É que na verdade eu só resolvi dar uma passadinha numa amiga que mora aqui perto... Daí não valia q pena tirar o carro da garagem...

Chato: Ah tá... Então você não vai demorar muito né?

Você: Bah, o pior é que vou sim... Sabe o que é? É que é aniversário dela... Daí eu não posso sair correndo, né?

Chato: Hummm... Então tá...

Você: Pois é...

Chato: Mas não tem problema... Eu volto de noite, tá? Beijo!

tututututututu

...

Déia escreve aos domingos, D-E-T-E-S-T-A esse tipo de gente chata que invade seu espaço e faz suas as palavras de Nietzsche: “Odeio quem me rouba a solidão sem, em troca, me oferecer verdadeira companhia”.

11 comentários:

Carla disse...

Muito pertiente, Déia! Ontem mesmo cheguei em casa de BH, doida p me jogar n cama e não falar com ninguém e meu tel tocando sem parar! Na terceira tentativa atendi pq achei q podia ser alguma urgência. Era uma amiga avisando que estava indo na minha casa... eram 19h... eu já tava de camisola... e ela chega com o marido e um amigo... Fiquei puta da vida... e ela sempre faz isso... sem noção... acho que precisamos de um pouco de tolerância zero com esses amigos... afeee...

andreiaborba disse...

Oi Carla!
Pois é... Que gente mais sem-noção, né? Eu fico louca da vida...
Bjs! Déia

Gelson Rech disse...

Oi Andréia
Gostei de mais dos tipos de chatos.
Parece que todos somos vítimas de algum...
Gelson Rech

Hanny Meire disse...

Gente cara de pau merece uma boa lição ! Também odeio gente inconveniente que vem do nada, nem ao menos liga para saber seu tu pode receber !

andreiaborba disse...

Oi Gelson, oi Hanny!

Gelson, que prazer vê-lo por aqui!
Pois é... De fato sempre há algum chato à espreita, pronto a nos atacar. Pelo menos comigo isso sempre acontece... Abraços, querido! Déia

Hanny, tudo bem com você?
O pior é que as pessoas inconvenentes sequer se dão conta de que estão incomodando... Não consigo entender como isso é possível... Afff!
Abraços, Déia.

Anônimo disse...

Menina, acabei de ver esse seu texto igualzinho em outro blog!

http://andreiaborba.blogspot.com/2011/03/chatos-invasores-de-espaco-alheio.html

andreiaborba disse...

Olá Anônimo!
Você viu esse mesmo texto no outro blog, sim. Postei lá no mesmo dia que postei aqui! O outro é meu blog particular! Hehehehehe! Ao final da postagem tem a seguinte informação: "Este texto, de minha autoria, também está publicado em: http://drepente30.blogspot.com/"
Mas, de qualquer maneira, agradeço a gentileza de informar! ;-)
E volte sempre, viu?
Abraços, Déia

Maria Helena disse...

por favor, quero acreditar que sua imaginação fértil CRIOU esses textos. (ótimos, por sinal!) existe gente assim mesmo????? não pode ser!

andreiaborba disse...

Oi Maria Helena tudo bem? Hehehehehe! Desculpe mas não consigo parar de rir com seu comentário... Antes fosse minha imaginação apenas... Essas situações realmente aconteceram comigo, com pequeníssimas modificações... O pior é que tem, sim, gente assim....Fazer o que, né?
Beijos querida!
Déia

Lila disse...

Adorei o texto e dei varias risadas :-)
Beijos

Silvia disse...

Ótimo texto. Identifiquei vários personagens!!
Beijos, Silvia.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...