terça-feira, 22 de março de 2011

Eu

Adoro ser palavra


Ser a tinta dando


Forma ao pensamento,


Em curvas feitas com pressa.




Adoro ser água


Ser alívio


Ser beleza e pureza


Incolor.





Adoro ser folha


Deixar que o vento


Beije meu corpo


Me carregue


Sem resistir.





Adoro ser mel.


Doçura feita de paciência


E de milagre.





Adoro ser Sol


Vida, calor e beleza.





Adoro ser ar


Brisa fresca


Que alivia e diverte.





Adoro ser sombra


Silhuetas brincalhonas


Desenhadas


Pela luz.



Adoro ser tu


Sentir meu amor por ti


Nos meus olhos ao te ver.





Renata sente-se às vezes pouco de tudo, parte de tudo. E é muito bom!



3 comentários:

andreiaborba disse...

Que lindo, Rê..
Bjs! Déia

Renata disse...

Obrigada! Sabe aquela receita né: três gotas diárias de poesia. Minha parte eu fiz! Hahaha! Beijos!

Priscila (Pilinga) disse...

Olá, meu nome é Priscila. Peço licença para seguir o blog de vocês. Apesar de não ter trinta anos ainda, e estou ainda um tanto longe disso com meus 21 e meio, me identifico muito com as coisas que vocês escrevem. Pelo menos uma vez por semana passo para ver o que tem de novo. Faço faculdade de letras, adoro ler e escrever, também tenho um blog e encontrei o "De repende, 30" por acaso, e amei o que li. Espero poder ficar e continuar lendo textos que me fazem refletir sobre tudo, até situações engraçadas do dia, incluindo vizinhos que cantam se achando astros do ROCK, ou até mesmo dualidades que toda mulher passa vez ou outra, hehe!
Meu e-mail é priscilasgarcia@bol.com.br
Espero que possam me aceitar por aqui.
Abraços e obrigada!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...