segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

Gente chata


Por favor, me desculpem, mas, mesmo sendo época de festas, escrevo para destilar meu mau-humor! Há coisas que irritam, mesmo que não tenham a intenção de irritar. É claro que a gente leva na esportiva, e conta como comédia, o que, no fim, é hilário mesmo! O assunto agora é o comportamento das pessoas.

Todo mundo tem aquele colega pedante, que se acha demais. Alguém tem que achar mesmo, e é melhor que seja o próprio. Pois é, eu também tenho alguns conhecidos assim. Há momentos em que tento sair de perto, para não ser deseducada, mas, confesso, está difícil. Preciso de dicas para evitar essas pessoas!

Tenho um conhecido, o famoso “mala sem alças e sem rodinhas”, que só conversa com vocabulário riquíssimo, que ninguém utiliza desde o século XIX! Para piorar, ele tem a mania de inverter a ordem dos termos das orações. Assim, se eu digo “nós vamos à festa”, ele diz “à festa nós iremos”! Tudo bem, é o bom uso do Português, mas, no cotidiano, isso enche! Se você não acha, experimente conviver com um sujeito assim somente por algumas horas, e depois me diga se não sentiu falta de um antiácido!

E há momentos mais críticos. Ele conta piadas! E acha graça, e quer que todos achem também. Não contente, se a gente não rir da piada, ele a explica! É claro, um sujeito assim pensa que, se não acha graça é porque não entendeu a piada! Pode piorar? Sim! As piadas são de extremo mau gosto, e com conteúdo pornográfico. Pode me chamar de conservadora, mas não gosto, e acho inadequado homem que conta essas piadas diante de mulheres! Pelo menos, nesses casos, ele poderia perguntar se a pessoa gosta desse tipo de humor! 

Sim, isso gera mau-humor em mim! E sei que deveria relevar. Mas tenho relevado há anos, e o sujeito em questão é de meu convívio social, e não há como evita-lo completamente! Então, o jeito é, nem que seja por escrito, desabafar esses pequenos aborrecimentos!



Mini-resumo: Tania não está na TPM, como podem pensar. Só resolveu escrever sobre o pedante em questão


Um comentário:

Andréia Borba Chies disse...

Tânia, querida, tenho um tipo imbecil desses na família e a melhor pedida é um corte muito bem dado na pessoa, sabe?
Claro que ele vai achar que vc é uma tremenda mau humorada, mas pelo menos lhe deixará em paz! ;)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...