terça-feira, 24 de agosto de 2010

Pânico!

Não, não será um post para falar do pânico causado pela situação alarmante de violência urbana. Nem para falar do programa de TV, polêmico, e por mim considerado detestável.

Este post fala de um pânico todo meu: teatro. Sim, tudo o que disser respeito a jogos dramáticos, improviso, exposição ao público... me dá pânico total e absoluto. Mas como não sou mulher de me esconder atrás da trincheira do meu próprio medo, me inscrevi numa oficina sobre “O coro, o corpo e a cena”, com uma profissional maravilhosa. Confirmei a inscrição, cheia de coragem, e passei toda a semana anterior tensa. Muito tensa. Quase torcendo para acordar no dia da tal oficina com torcicolo, gripe, febre ou tudo junto, só para não ir. Acordei super saudável, obviamente.

Fui e levei a tiracolo minha fiel escudeira (ou ela me levou...).

A professora foi super querida, fez de tudo para nos deixar bem à vontade, e eu em pânico.

Cada exercício, cada proposta que ela fazia, eu suava frio... E cada coisinha que eu fazia, cada som, cada gesto, cada pequeno obstáculo superado me dava um gosto de realização que enchia toda a boca!

As três horas da oficina, que pareceram na verdade treze horas, me deram uma nova perspectiva: sou meio travada assim porque meu cérebro e meu corpo são muito adultos! Não é defeito de fabricação, é mau uso! Sempre disse que nasci adulta, mas agora acho que devo aprendera ser criança às vezes, a soltar o corpo, as amarras que levei tanto tempo para prender.

E querem saber? Amei a oficina. Não a ponto de sair desvairada para me inscrever num curso de teatro! Mas para, ao menos, não perder o sono antes de fazer algo diferente e a ponto de saber que consigo me superar também nisso.


Renata se percebeu muito adulta! Já começaram os trabalhos de desapego das normas.

5 comentários:

Au disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Au disse...

Também tenho esse (mal) hábito de sofrer por antecedência...
E no dia, na hora, no ato do acontecimento nunca é como imaginei, as coisas se tornam mais simples e sinto vontade de bater na testa e dizer: - Exagerei! (again!!!)

P.S.: O perfil individual de vocês está muito bom!


:*

Thaty disse...

Não sou uma pessoa tímida, normalmente não sou de perder o sono antes de uma palestra ou seminário que preciso apresentar, mais ficar tensa no começo pra mim é normal. kkkk
Tô feliz por ti.
Vencer obstáculos é SENSACIONAL.

Me visita tb.
http://pedacosdomeucotidiano.blogspot.com

Bjuuuuu
Thaty

Angel disse...

Parabéns amiga! É só o começo de uma grande evolução! Perceber que podemos fazer diferente e melhor é muito gratificante!

bjo!

Rita de Holanda disse...

Se expor nunca parece fácil. Mas o palco traz segurança e estimula que tenhamos coragem para outras coisas na vida. Talvez você não precise se inscrever em um curso de teatro, mas pode achar outras maneiras de "encher sua boca". Gostei do blog!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...