domingo, 7 de novembro de 2010

Frustração

Hoje escreverei sobre um assunto que me deixa extremamente frustrada (por isso não esperem muita simpatia de minha parte, ok?)...

Quando, em alguma conversa despretensiosa com alguém, sou questionada sobre minha formação e respondo que sou licenciada em Filosofia, a sutileza da maioria das pessoas se evapora e surgem expressões do tipo:

"Filosofia!?!?! Nossa! Pra quê?!?"

Ou então comentários "engraçadinhos":

"Filosofia, é? Credo! Coisa de doido!"

Ou, pior, alguns esquecem da (suposta) educação que deveriam ter e dizem algo mais ou menos assim:

"Filosofia?!? Isso lá é graduação? Isso é coisa p/ desocupado, que não sabia o que fazer no vestibular e se inscreveu p/ o curso que tinha menos candidatos por vaga..."

No início eu entabulava longas argumentações com essas criaturas, mas hoje limito-me a sorrir com ironia e responder:

"Não se preocupe... Não vou falar sobre 'essas coisas' com você porque sei que não entenderia... "

E pronto. Geralmente o assunto encerra por aí.

Às vezes acontece, também, de eu estar conversando com pessoas que, quando ficam sabendo que estou cursando mestrado, olham com de admiração e dizem coisas do tipo:

"Nossa! Que chique!"
Ou:
"Puxa! Mestrado...Que bacana!"

E por aí vai...

Mas, na sequência, quando digo que meu mestrado é em Educação, e que pesquiso questões relativas ao ensino de Filosofia, a suposta admiração dá lugar ao desapontamento:

"Ah! Em Educação, é? Pensei que fosse alguma coisa difícil, que tivesse que estudar bastante..."

Ou frases semelhantes mas que, em síntese, querem expressar o mesmo desprezo.

Sinceramente, isso me frustra demais!

Ora, quem foi que disse que porque minha área de pesquisa se concentra em questões ligadas ao ensino de Filosofia não é preciso estudar???

Aliás, quem foi que atribuiu menor importância às questões ligadas à educação (quando, na verdade, deveria ser o contrário!)?

E porque, em geral, as pessoas menosprezam quem se preocupa com essas questões?

Isso, de fato, me incomoda bastante.

Não consigo acostumar com a ideia de que vivemos em uma sociedade onde a maioria das pessoas, além de não valorizar a questão da educação, ainda faz pouco caso de quem se preocupa com isso...

Faço minhas as palavras de Renato Russo:

QUE PAÍS É ESSE?

Déia escreve aos domingos e está muito frustrada com perguntas e comentários tão "inteligentes"...

4 comentários:

Marcos disse...

Entendo sua frustração. Sei que você sabe, mas, só para lembrar, também tem gente que diria: que massa!

Linda Carioca disse...

Eu entendo sua frustração, sou formada em letras com inglês e sofro um grande preconceito.

Mas...procura relevar.As pessoas são ignorantes demais para entender a complexidade e beleza dos nossos cursos. Não se prenda às opiniões alheias, se valorize ! Afinal, no nosso país,só mulher fruta, ex- BBB, dançarinas e golpistas famosas são valorizadas, infelizmente !

Angel disse...

Déia, alguns ignorantes o são por opção, por considerarem mais cômodo não se preocuparem com a Educação e nem saberem como ela se constrói.
Admiro sua profissão e sua convicção em lutar por isso. Parabéns! Que bom que você está nesse blog, formando opiniões! bjo!

Andréia B. Borba disse...

Marcos, Linda e Angel!
De coração, obrigada por suas palavras!
Fzeram meu coração sorrir deliciado...
Bjs!
Déia

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...