sexta-feira, 1 de fevereiro de 2008

Ahhh o Carnaval...

Já que começa hoje o Carnaval, queria dar as dicas que eu e minha irmã sempre seguimos todos os carnavais e que ajudam que seja mais bacana pra todo mundo: 1) Nunca as duas bebem ao mesmo tempo. Sempre uma fica sã pra cuidar da outra. Revezamento de copo é a coisa mais prudente a se fazer num momento em que as pessoas normalmente estão embriagadas e um pouco mais sem juízo que o normal; 2) Ligar pra mãe todo dia, de preferência duas vezes por dia, só pra falar que está tudo ok. Você se diverte e a mãe fica tranquila. Um pouco de consideração não mata ninguém; 3) Nunca beber de copo de estranho.

Com essas dicas e mais as que cada um achar que deve, o carnaval fica bem mais divertido, proporcionando à sua biografia pérolas como:

Ele: Vem cá minha linda! (agarrando minha irmã pelo braço)
Irmã: Me solta! (e sai andando)
Ele: Vem cá minha linda, me mostra que sua mãe te educou melhor que a mãe da sua amiga! (me agarrando pelo braço)
Eu: A mãe é a mesma. Me solta!

Depois de uma conversa super divertida sobre as piadinhas de resposta pra cantada barata, presenciei essas duas:

Ele (bêbado inconveniente): Nossa, você é linda! Você é modelo?
Minha prima: Sou.
Ele: (...)
O mesmo infeliz:
Ele: Me dá seu telefone? (Ahn? Como assim pedir telefone no carnaval?)
Minha prima: Tá na lista telefônica.
Ele: Mas nem sei seu nome...
Minha prima: Tá na lista também.
Ele: (...) (sai de fininho)

Ele: Oi linda, o quê você faz da vida?
Minha outra prima: Vendo Yakult.
Ele: (...)
Ele de novo: Ahhh. Aqui, vou lá buscar uma cerveja. Já volto!

Em outro momento, um cara da minha idade chega na minha priminha de, na época, 18 aninhos:
Ele: Nossa, você é linda demais!
Eu, indignada: Meu filho, você não tem noção não? Quando essa menina nasceu você já pulava Pogobol!
Ele: Hahaha é mesmo, Pogobol! Pulava mesmo! Você teve Pogobol? O meu era o roxo e verde, e o seu?
Eu, rindo: O meu era amarelo e laranja...
Ele, rindo: Foi mal aí hein? Ela tá meio novinha mesmo... tchau hein? Até mais!

De uma outra vez conhecemos na sexta uma turma de rapazes gatinhos e muito divertidos. Todos eles chegaram em mim e na minha amiga, menos o que me interessou. Na terça feira, finalmente:
Ele: Humm que bom te encontrar aqui sem o caras por perto.
Eu (mais soltinha que arroz Paranaíba): Pois é, e aí, tá gost...
Meu cunhado meio bêbado, com a camisa do Flamengo: Pra que time você torce, camarada? (meu cunhado parece um guarda roupa de 6 portas, de tão grande)
Ele: Vasco.
Meu cunhado, aos berros (bêbado é dureza): Some daqui agora, seu vascaíno filho da p***!!!!
Eu: Não liga pro meu cunhado não, ele é brincalhão assim mesmo...
Ele: Ahh é?
Meu cunhado, aos berros: Não ouviu não, seu vascaíno filho da p***????
Ele: Aqui, vou lá. Seu cunhado tá meio alterado e é meio grande. A gente se esbarra.
Meu cunhado: Você ia mesmo beijar um vascaíno?
Eu: (...)

Agora, pra finalizar, o cara do troféu Mala de Ouro de todos os carnavais da minha vida. O amigo gatinho dele chega na minha amiga, e ele, o feio e estranho, em mim, claro.
Ele: Oi.
Eu: Oi.
Ele: Eu faço Física.
Eu: Ahn? (eu atraio essa raça!)
Ele: É, Física, tipo Einstein.
Eu: Ahnnnn... sei... tipo Einstein.
Ele: É que eu adoro quântica.
Eu: Ahnnn sei.
Ele: Quântica é a coisa mais interessante do mundo, você não tem noção. Quântica e Relatividade.
Eu: Ah, eu tenho noção.
Ele: Não tem não. Quântica é interessante demais.
Eu: Assim, curiosidade boba, em que semestre você está?
Ele: Ahh passei no vestibular agora. Minha aula começa daqui a duas semanas.
Eu: Vou te dar uma dica, fica assim uns dois anos preocupando com Física Clássica, daqui a dois anos você pensa se gosta de Física Moderna mesmo.
Ele: Ahh e baseada em quê você acha que pode me dar essa dica? Por acaso você é Física? Haha.
Eu: Por acaso sou. Faço mestrado. E todos os caras que entraram comigo amando quântica desistiram do curso no ciclo básico. E dos que entraram com o pé no chão, formamos quatro.
Ele: Fulano, vamos embora que essa menina aqui é chata.


Sisa vai passar carnaval longe da farra, mesmo sendo a festa que ela mais gosta. Esse post é dedicado a Lê, Tio Joaca, Tio Jarbas e Tio Rubinho, os melhores companheiros de carnaval de todos os tempos e carnavais.

6 comentários:

Louise disse...

Como sempre arrasou!!!!Cada pérola kkkkkkkkkkkkk
Viajei no tempo me lembrando do pogobol!!!

Bjo!

Padapri disse...

Hahahahaha. Me acabei de rir aqui.
Mas a gente sempre encontra essas pérolas no carnaval.
Uma das piores cantadas que eu já recebi foi a seguinte:

Ele: Vc trabalha na FIAT?
eu: Hã? Não.
Ele: Ah mas é incrivel. Porque vc faz o meu "STILO".

Sem comentários, não é?
hahahahahha

Bjo grande.

Angel disse...

Adorei tudo!
É de rolar de rir!
Ah, se eu gostasse de Carnaval, ia me acabar de tanto rir dos manés...

Beijos!

Laeticia disse...

E o juca no candango?

Sisa disse...

P... precisava lembrar do juca no candango? hahahaha Eu até lembrei enquanto escrevia, mas me abstive de comentar no post, rs...

Bridget Jones disse...

Quero saber da história do juca no candango!

Fiquei curiosa pra caramba!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...