terça-feira, 11 de março de 2008

“Trem Bão de Minas” Eu Recomendo MUSEU HISTÓRICO ABÍLIO BARRETO

Recomendo, hoje, mais uma atração turística de Minas Gerais, mais precisamente de Belo Horizonte, em homenagem a Belo Horizonte. Trata-se do Museu Histórico Abílio Barreto, que abriga peças do tempo do Curral Del Rei (nome antigo de nossa capital) e da Belo Horizonte do início e meados do século XX.

As origens do museu datam de 1935, quando Abílio Barreto foi convidado para organizar o Arquivo Geral da Prefeitura. Nesta ocasião, ele reservou uma sala para guardar documentos e objetos como plantas, mapas, quadros e bustos.

Entre 1941 e 1943, Abílio Barreto reuniu um acervo, compreendendo peças remanescentes do antigo Arraial do Curral del Rei e peças relativas à nova Capital. Ao mesmo tempo, promoveu a adaptação do prédio escolhido para sediar a instituição: o casarão da antiga Fazenda do Leitão que foi construído por volta de 1883.

O citado casarão é a principal atração do museu. Originalmente, era sede da Fazenda do Leitão e consta que a casa já existia antes de 1857, sendo conhecida por esse nome devido a um antigo proprietário, Domingos Gomes Leitão. A fazenda abrangia os terrenos onde hoje estão localizados os bairros Cidade Jardim, Santo Antônio, Lourdes e parte do Santo Agostinho. O casarão remete-nos aos casarões das fazendas de grandes novelas de sucesso, parece que estamos em outra época, ainda mais admirando os objetos no interior do casarão, também datados de outros séculos.

Alguns objetos também são expostos no exterior do museu como uma locomotiva, um bonde, um elevador, um carro de boi, que colaboram para a viagem no tempo que é a visita ao Museu Histórico Abílio Barreto.

Conheçam melhor o museu no site
http://www.amigosdomhab.org.br/ ou http://www.belotur.com.br/por/museus_abilio_barreto.php. MHAB também é trem bão de Minas.


Angélica conheceu muito mais da história de sua cidade ao visitar o Museu Histórico Abílio Barreto. Encantou-se com tudo o que viu lá e espera que vocês se encantem também. Volta na terça que vem.

2 comentários:

Paula disse...

Eu já tinha anotado sua dica anterior, Angel, para o meu projeto conhecer Minas de cabo a rabo rs. Esta já vai ficar na frente da outra, porque eu simplesmente adoro museu!
Continue mandando dicas, são muito úteis!

Laeticia disse...

E ainda tem o Café do Museu que, além de ter uma comida ma-ra-vi-lho-sa, tem saraus e música. Quinta feira é o meu dia preferido: uma banda de jazz fantástica que eu, obviamente, esqueci o nome. Vale conferir.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...