segunda-feira, 11 de agosto de 2008

O Que eu Sempre Deixo Pra Amanhã?

- Acordar mais cedo;

- Me alimentar direito;

-Comprar roupas e sapatos;

- Usar hidratante, protetor solar e cremes em geral;

- Fazer as unhas;

- Fazer exercícios físicos;

- Escrever meus textos.



Morro de inveja dessas pessoas que se sentem peladas se não estiverem de brinco, adoraria ser mais vaidosa, mais menininha, mas é difícil mudar se desde criança eu parecia um moleque, detestava saia, aliás, raramente uso até hoje.
Pra melhorar fiz um curso de engenharia civil, onde meus colegas já me consideravam mais um “amigo”. Acho que também é por isso que não tenho certas frescuras de mulher. Não posso me esquecer do esforço que minhas amigas faziam pra me ensinar a se sensível, isso não foi de tudo perdido, afinal já consigo usar sombra e batom pra sair (raramente), evoluí né?
Já tenho consciência de que preciso de pelo menos um pouquinho de vaidade se não quiser virar um maracujá de gaveta, agora é fazer uma forcinha pra colocar isso em prática.
Não sei como meu namorado me agüenta, às vezes ele fala que eu é que pareço o homem da relação.
Esse ano vou fazer 30 e de vez em quando reparo que meu rosto já está meio esquisito, será que são rugas?
Quando preciso virar a noite trabalhando eu não tenho dificuldades, então vou ter que ter a paciência de tentar tirar as olheiras no dia seguinte.


Louise já se deu conta de que a idade vai chegando e os cuidados tem que ir aumentando....quem sabe amanhã?

4 comentários:

Liz disse...

Ah nem me fala, sofro como mesmo problema. ATé ja dei um grande passo, comprei o meu primeiro creme anti-ruga. Agora so falta lembrar de usar diarimente... ai meu Deus, quem sabe amanha? hahaha
Beijos

Laeticia disse...

O Leão, meu amigo, diz que se demorasse mais 3 dias pra eu nascer, nasceria homem. Mas meu "raciocínio masculino" nunca me impediu de ser pra lá de mulherzinha. Só que eu tinha dificuldade de assumir este lado. Achava que seria tachada de burra e fútil. E por fútil eu passo muitas vezes mesmo, mas não tô nem aí. Mas na época eu me importava e ficava fazendo de conta que não me importava de estar com as unhas feitas, cabelo cortadinho, pele macia. A verdade é que bem antes dos trinta assumi totalmente meu lado barbie e sou muito feliz assim. Amo bolsas, sapatos, saias, vestidos, jóias, grifes!! Mas evidentemente não são minha prioridade. Prioridade é fazer unha toda semana e correr segunda e quinta! kkkkkkkkkkk Brincadeiras à parte, se cuidar faz bem, e não necessariamente a gente tem que se adequar aos moldes que a sociedade nos impõe. Seja feliz, menina'! É isto que importa!

Angel disse...

Bem, com cremes não tenho problemas, ao contrário, tenho tantos que às vezes até troco as finalidade e uso no lugar errado...kkk Não gosto de maquiagem e minha sensibilidade está um tanto abalada no pós 30. Se vc fica mesmo trabalhando durante a madrugada e se alimenta mal pode estar colaborando para o seu rosto ficar "meio esquisito". Cuidado coma sua saúde. Se cuida! bjos!

Renata disse...

Louise, acho que você é bem normal. Ninguem precisa ser daquelas mulheres de revista que saem pra comprar pão com escova feita. Mas um pouco de vaidade é bom e é beeeeem saudavel tb. Concordo com Laeticia, acho que rola um preconceito...eu já tive pelo menos.
Seja bem feliz! E hidratada e cheirosa! Rsrsrs!
Bjs!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...