terça-feira, 18 de agosto de 2009

Cuma?

Sabe aquelas semanas em que o Universo está te tirando? Em que tudo seria muito engraçado se fosse um seriado americano, mas como acontece contigo, não é nada engraçado?

Pois bem, estava eu numa semana dessas (que são bem, bem comuns na minha vida) e passei no posto abastecer a Ilda (meu carrinho!!).

-Quer ver o óleo?

Sim, sempre. Como entendo patavinas, melhor checar.

O cara riu e disse:

-Bah, acho que tem que trocar. Estaciona ali e fala com Fulano.

Estacionei, e Fulano também riu. Irritada, mas ainda simpática, perguntei:

- Algo errado?

- É – ele disse, meio sem jeito - parece que tu andou uns 10.000 a mais com esse óleo!

- Capaz?! Impossível!! Eu não seria tão desligada (...). E os frentistas sempre olham e dizem que tá bom!

Pelo sim, pelo não, troquei óleo e filtro. Um tempão e um capuccino cortesia depois, embarquei na Ilda com óleo novinho. O cara do posto praticamente entrou no carro comigo e disse:

- Tá vendo esse adesivo no vidro?

- Tô.

- Quando aqui (e realmente encostou o se dedo no painel) estiver marcando o mesmo número que aqui (e realmente encostou o dedo no adesivo), ou seja, os dois estiverem em 63.000, você vem e pede pra trocar o óleo.

Dá pra acreditar?! Pensei em várias respostas, desde as mais irônicas, como pedir pra ele anotar num papel a explicação para eu não esquecer, as mau-educadas, feministas, passando pela ameaça de processar o cara por me tratar como uma retardada...

Mas sorri amarelo e dei um tchau chocho.

Renata pensa que essa cena teria sido bem engraçada num seriado, mas na vida real não.

2 comentários:

Kelly Barbosa disse...

Adooorooo seriados americanos!! Pq na verdade como é bom a gente poder, dps de tudo, rir de nossos próprios tropeços! A raiva só amarga a vida...
"Vamos nos permitir..."

Carla Cyntia disse...

Mas o que dá mais raiva é saber que os outros frentistas que olharam antes não se deram conta que já estava na hora de trocar, né?

E aí vc tem que passar por essa situação de ter que aguentar essa explicação profunda e quase filosófica de como checar a hora de trocar o bendito do óleo.

Se eles pedem pra dar a tal "conferida" pq não a fazem direito, como nós mulheres fazemos tudo aquilo que nos propusemos a fazer?

Como disse a Kelly ,só nos resta rir e fazer piada da situação.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...