sábado, 26 de setembro de 2009

É somente uma questão de tempo...


Desde que o primeiro homem das cavernas carvou na cabeça do seu rival uma pedra bem afiada, não demorou muito tempo para que o homens criassem novas invenções de como serem espertinhos. Parece que e so uma questão de tempo ate que alguns nerds encontrem em cada website popular uma nova maneira de cometer seus delitos e passar os outros pra trás.

Tomando como exemplo o iPhone. Ele pode fazer quase tudo. Jogos, câmera, baixar música, videoconferência e até telefonemas convencionais.

Ano passado um estudante de computação da Austrália inventou uma maneira de, através do iPhone, contar as cartas enquanto se joga blackjack nos cassinos. O negócio vendeu tanto que a Comissão de Jogos de Nevada foi alertada sobre o brinquedinho.

Na Filadélfia, nos Estados Unidos, foi a vez do Twitter, onde centenas de adolescentes se coordenaram para assaltar uma loja de conveniências, espancar os pedestres e sequestrar alguns táxis.

Ainda com o Twitter tambem nos Estados Unidos, um ladrão arrombou a casa de um ingênuo cidadão que proferiu estar em férias pelo Twitter. Comentário nada esperto!

Um homem do País de Gales foi preso semana passada por ter assassinado sua esposa após ter visto que ela tinha mudado seu estado civil no Facebook, de casada para solteira. Nossa, cada psicopata que surfa nesta rede...

Mas o mais bizarro de todos foi o de um anúncio em um dos websites de emprego oferecendo vaga para trabalhadores de rodovias pelo pagamento de US$28,50 por hora (nos Estados Unidos se calcula por hora, não por mês). Todos os interessados teriam que comparecer uniformizados em frente ao Banco da America em Washington no mesmo horário, vestindo coletes amarelos, óculos de proteção, máscara respiratária e de preferência, camiseta azul.

Cerca de uma dezena se apresentou ao mesmo tempo que um espertinho, vestindo exatamente a mesma roupa e acessórios, jogou spray de pimenta nos olhos dos seguranças e saiu a passo com alguns milhares de dólares em mãos.

Os policias que correram atrãs do meliante acabaram dando de cara com aquela dezena de palermas ali parados, em frente ao Banco na esperança de um emprego.

O tal engracadinho subiu num barco inflável e se mandou pelo rio.

E há quem pense que o brasileiro é o criativo...

Lil escreve aqui aos sábados e acha que situações de pressão e desprivilégio provocam reações extremas e trazem o que de pior existe dentro das pessoas. Sejam eles sulamericanos, europeus, norteamericanos ou africanos.

4 comentários:

Nade disse...

Nossa, quanta inteligência disperdiçada... É o caminho mais fácil e prazeroso pra alguns, mas sem substância alguma!
Post mega interessante! Adorei a curiosidade!
Bjs, querida, e bom fim de semana!

Valdeir Almeida disse...

Quero lhe fazer um convite:

Meu blog está promovendo a blogagem coletiva "Professores do Brasil". Gostaria muito de contar com sua participação.

Se você puder (e torço para que possa), é só ir lá no meu blog.

Desde já lhe agradeço.

Abraços.

Thaysa Ramos disse...

Pois e ne...e a gente com tanta coisa "seria" tentando achar solucoes...ooo desperdicio de mentes...rs....

Gisele Lins disse...

É neguinha, pelo jeito a velha máxima de dizer, aqui no Brasil, que "se fosse lá fora seria diferente", já era.
Beijos, amadinha!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...