quinta-feira, 24 de setembro de 2009

Não aprendi

Pouco mais de dois anos atrás (sim gente, tem tempo que nos dedicamos a esse blog, hein) escrevi aqui uma lista das coisas que eu aprendi.

Claro que é licença poética colocar em meia folha tudo aquilo que aprendemos ou não, mas esse é um balanço – não tão introspectivo – das coisas que eu, Milena de Oliveira, quase 31, acho que não aprendi.

Não aprendi como...

Acordar cedo.

Cultivar temperos.

Desistir sem tentar exaustivamente.

Concentrar minhas energias no que realmente importa.

Não ter cansaço.

Não ter preguiça.

Não procrastinar.

Chegar atrasada sem me estressar porque deixei alguém esperando.

Parar de comer quando não tenho mais fome.

Comer devagar.

Gostar do verão.

Deixar minha caixa de emails cheia só por um diazinho.

Não esperar colher uvas de pés de jaca.

Não gastar por impulso.

Não sonhar acordada.

Não planilhar tudo.

Retomar o controle quando eu o perdi.

Fazer a coxinha que a tia Cleuza me ensinou.

Ter paciência.

Não julgar.

Colocar em prática, todas as manhãs, os planos que fiz ontem à noite.

Milena escreve aqui às quintas. Quando escreve.

2 comentários:

Silvana Nunes .'. disse...

Lindas palavras.
Voltarei mais vezes para ler com mais calma o resto. Agora cedo estou sempre correndo (rs).
Apareça para conhecer FOI DESSE JEITO QUE EU OUVI DIZER...
Saudações Florestais !

Kimera Kenaun disse...

isso é falsa modéstia hehe
me faz uma lista com tudo que aprendeu até hoje, com certeza é maior!

bj

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...