terça-feira, 30 de dezembro de 2008

Muitos Sonhos e Todos os Anos Novos

Véspera de Ano Novo é sempre aquele papo de projetos, sonhos a realizar, regime para começar, parar de fumar, de beber... Bom seria se toda essa ladainha fosse encarada com seriedade pelo menos por 60% das pessoas que se prometem isso ou aquilo. E cá estou eu incluindo-me no montante que não cumpre o que poderia cumprir no “ano novo”.

O mais interessante disso é que muitos sonhos e projetos de anos atrás (não concretizados) ainda continuam acesos em meu pensamento e não desistirei deles. É claro que se trata de sonhos e projetos que dependem de mim para se concretizarem. E não foram adiante por falta de persistência ou de grana também.

Já falei do meu violão pra vocês!? Pois é, eu tenho um violão. Guardado. Ganhei quando fiz 18 anos. Faz tempo... Comecei a fazer aulas, mas o professor pareceu-me tão lento que desisti, fiquei de procurar outro e nada...até hoje. Sempre que olho pra ele me bate um pouco de culpa e digo pra mim mesma (e pra ele): eu hei de tocar você. Ainda quero viver os versos da música Violão vadio de Baden Powel e Paulo Cesar Pinheiro: “...quero ouvir meu violão gemer até me serenizar.”

Do violão, num suspiro caio no canto. Adoooooooro cantar. Não pensem que tenho talento, não tenho. Tenho gosto, sentimento pelo canto e só. Fiz aulas durante uns 8 meses, tive de parar porque tomei um “pé na bunda” no trabalho. Com grana zero, não tinha jeito.

De arte em arte, falemos de dança, dança de salão. Eu babo toda vez que assisto a um espetáculo de dança de salão ou a um casal amador dançando. E não tiro esse sonho de fazer aulas do meu pensamento. Faz anos...e hei de concretizá-lo.

Minha casa. Talvez o projeto / sonho mais ousado, pelo menos financeiramente. Quero muito ter o meu canto. Não me envergonho de morar com minha mãe até hoje, nada disso, mas quero ter o prazer de comprar a minha casa, decorá-la, escolher cada móvel, curtir o meu lar sozinha ou muito bem acompanhada. Em 2009 farei o que tiver ao meu alcance para que esse projeto deixe de ser só um projeto e evolua para a realidade.

São tantos sonhos e tantos anos novos...tem coisa que não dá pra fazer um só ano novo, são necessários outros tantos...e tem coisa que realizamos e que não têm fim, como por exemplo cantar. Se eu pudesse, não teria parado, e quando voltar a cantar, farei o possível para não parar. É um sonho pra realizar por muitos anos...sem cansar, sem enjoar.

O barato disso tudo é sonhar sempre e querer fazer dos sonhos realidade. Isso alimenta o dia-a-dia, alimenta a alma.


Angel deseja que todas as balzacas e todos os leitores sonhem...muito! E que sejam persistentes e serenos o suficiente para fazerem desses sonhos doces realidades em 2009, 2010, 2011...Feliz todos os anos novos!

Um comentário:

Matheus disse...

Feliz ano todo!!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...