domingo, 10 de outubro de 2010

Tipos estranhos de homens

Estive me lembrando dos tipos de homens que já cruzaram meu caminho (namorados, amigos, conhecidos, parentes, maridos/namorados de amigas etc.) e decidi selecionar alguns espécimes para dividir com vocês...

* O metido a gostosão: É o tipo de cara que, a cada vez que passa em frente a um espelho, dá uma paradinha para conferir se o bíceps e o tríceps estão grandes o suficiente... que cada vez que compra uma camiseta pede um tamanho menor para que fique justinha e destaque bem o peitoral malhado... Ai, ai... Paciência com esses...

* O tipo bagaceiro: Esse é aquele cara que, ao lhe ver, acredita piamente que você já está "no papo", lhe olha de cima a baixo, sorri só com um cantinho da boca (aaaaaargh!), levanta apenas uma sobrancelha (ele, de fato, acredita que é irresistível!) e lhe diz algo parecido com "E aí boneca? Estava me esperando?". Que noooojo!

* O narcisista: Esse é aquele que só sabe falar de si próprio, das suas conquistas, dos seus sonhos, da sua família, do seu trabalho, dos seus amigos, do quanto ele é isso e aquilo... E, o que é pior, esse tipo ainda dá a entender que você realmente é uma mulher de sorte por poder estar na companhia dele... Credo!

* O tipo malandro: Bom, esse adora levar vantagem em tudo e fica todo feliz quando a menina do supermercado se engana com o troco... Ele adora “passar a perna” nos outros e depois ainda tenta convencer você de que “o mundo é dos espertos” e de que “o que menos corre, voa”... Aaarrgh! Tipinho detestável, esse. Seu ídolo, na certa, deve ser o papagaio Zé Carioca...

* O eterno apaixonado pelas "ex": Esse, de início, você até considera bacana, simpático, gentil... Até o momento em que começa a falar da ex. Ou, pior, de todas elas. Fala, fala, fala e, a cada comentário seu, ele reage com um "Sério! Puxa! Minha ex também gostava dos filmes do Almodóvar. Que coincidência!" ou "Nossa, esse seu perfume lembra o que uma ex minha usava”... E por aí vai... Conselho: Fuja desse tipo!

* Aquele que sempre está com a razão: Conheço tipos assim... eles estão sempre, sempre, sempre, indiscutivelmente, certos, não importa sobre o que. Se você tentar argumentar com um tipo desses, no máximo, receberá um olhar de desprezo, seguido de algo como "Não diga bobagens! Eu sei o que estou falando!". Aaaarrrrrrrrrrrrghhhh! Que ódio!

* O tipo mulherengo: Esse é aquele tipo cara de pau que, mesmo estando com você ao lado, quase quebra o pescoço para olhar o traseiro da gostosa que está passando. E, em geral, quando vê que você percebeu (ele não é nem um pouco discreto), o mulherengo faz cara de indignado e diz: “Puxa vida, amor, você viu que antipática? Foi minha colega e nem cumprimentou!”... Ah! Fala sério, né?

* O metrossexual afetado: Nada contra homens que se cuidam. Acho ótimo, inclusive. O problema é o exagero... Juro que conheço pelo menos dois homens assim (e, antes que vocês digam qualquer coisa, eles não são gays!)... Eles fazem a sobrancelha, passam base nas unhas, fazem luzes no cabelo, depilam o peito, passam corretivo nas olheiras e espinhas, usam o seu hidratante corporal, escolhem o shampoo, o condicionador e o creme de barbear pelo aroma (que, obviamente, tem que ser semelhante ao do perfume) e, ao sair de casa, simplesmente tomam um segundo banho, só que de perfume. Há que se ter paciência com esses, principalmente quando você quer usar o banheiro e um deles está lá dentro, cumprindo o “ritual de beleza”...

* O piadista insuportável: Esse é aquele cara que sempre tem uma piada sem graça na ponta da língua. Você diz: “estou meio cansada... vou sentar um pouquinho” e ele, todo espalhafatoso, faz aquela cara de imbecil (que geralmente lhe é característica) e diz: “Ah! Então você gosta de sentar, é?”... Ou, pior, faz isso o tempo todo com qualquer pessoa e olha p/ você com ar de cumplicidade, esperando que você caia na gargalhada junto com ele... Socorro! Tenho horror a tipos assim...

* O Don Juan: Esse, então, se julga o último romântico do planeta... Você nunca viu o tipo pela frente e, de repente, ele lhe aborda com um “Com licença, senhorita, perdoe-me pelo incômodo, mas gostaria de lhe entregar esse humilde bilhete...”. Você, completamente atônita, abre o tal bilhetinho – que, geralmente, vem escrito em qualquer papel que o Don Juan tenha à mão (guardanapos, tickets de estacionamento, cupons fiscais etc.) – e se depara com uma poesia falando do quão bela você é... Confesso que tipos assim me dão certo medo... Acho que eles são, no fundo, um tanto quanto desequilibrados emocionalmente...

* O tipo pão-duro: Esse é aquele cara que convida você para jantar dizendo que preparará uma pizza e aparece com uma daquelas de supermercado, que custam, em média, R$ 1,99... Quando eu falo do tipo pão-duro, não me refiro a um homem econômico, mas sim àquele sovina mesmo... Por exemplo, eu tenho uma amiga, cujo namorado é tão mão-de-vaca, mas tão mão-de-vaca que, certa vez, quando fomos tomar um café os três juntos, ele sugeriu racharmos a conta ao final. Até aí tudo bem, nenhuma novidade. O que me espantou foi que, ao separarmos o dinheiro para pagar, ele se vira, olha bem sério para essa minha amiga e lhe diz: “Amor, faltou R$ 0,15 para fechar a sua parte...”. Minha nossa! Ninguém merece um desses...

* O “filhinho-da-mamãe”: Triste mesmo é ver um barbado, com quase 30 anos na cara, ligando para o trabalho da mamãe para avisar que vai ao médico porque está doente. E, mais triste ainda, é essa mãe pedir folga para acompanhar o dito cujo. Gente, juro que conheci um tipo assim!!! Esse mesmo cara, de casamento marcado, ao invés de levar a noiva, convida a mãe para ir à loja de materiais de construção escolher as aberturas da casa que estava sendo construída (juro que é verdade!!!)... E tem ainda aquele outro cara que vai com a mãe para as baladas. Ok, ok... Se fosse só isso até não seria tão absurdo. O esquisito é que, quando ficava com alguma garota na balada, ele logo apresentava para a mãe, que dizia à garota algo do tipo: “Esse meu bebê não é lindo???”. É sério, conheço um assim também... Agora, me digam: alguém merece isso???

Mas, acreditem, o pior mesmo é quando o espécime em questão reúne mais de uma dessas características... Aí a coisa fica terrível...

Eu, por exemplo, conheço um tipo que é, ao mesmo tempo, piadista, metrossexual, metido a gostosão, malandro e, claro, está sempre com a razão. E o tipo ainda por cima conseguiu se casar! E depois há quem diga que milagres não acontecem...


Déia escreve aos domingos e jura p/ vocês que já cruzou com cada um desses tipos ao longo da vida...

3 comentários:

Felipe Miralha da Silveira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Norma Lúcia* disse...

hahahaha, os tipos de homens estão excelentes!! Adorei o blog!
bem, estou começando com o blog há apenas dois posts, quando puder, dá uma passadinha por lá, viu?
http://passandoprarir.blogspot.com/
beijocas.

Andréia B. Borba disse...

Oi Felipe, oi Norma.

Agradeço a visita de vocês!

Felipe, li o texto e, confesso, não consegui ver nele a menor possibilidade de entender qualquer tipo de homem que seja... Mas a leitura reforçou ainda mais minha ideia de que devemos, sim, ser seletivas com relação a quem irá (ou não) compartilhar momentos conosco... ;-)

Norma, fico feliz que vc tenha gostado da brincadeira com os tipos de homens.Obviamente que nesse post citei apenas os tipos "estranhos", "esquisitos"... Quem sabe em um outro post eu fale daqueles que são bacanas, legais, educados, gentis etc...

Bjs a todos,
Déia

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...