segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

Transformando


Me disseram alguns dias atrás que deveria lutar minhas guerras e não as dos outros e isso teve grande significado em mim. Por razões diversas tenho me sentido insatisfeita, mesmo em ocasiões quando não deveria me sentir assim. E após essa conversa tenho procurado modificar o que está ao meu alcançe e de certa maneira estou me sentindo melhor. Após várias reflexões percebi que eu mesma digo muitos nãos para mim, atos e palavras que sabotam minha felicidade e apesar de não saber exatamente a causa dessas auto-sabotagens tenho tentado sanear o problema. Cansei de palavras como "se", "talvez", "quem sabe" e o famoso "quando". Como assim quando?? Se o momento preciso é o agora, se a máquina do tempo se move em motor contínuo e desta maneira estamos em constante transformação. Hoje o que eu quero para meu futuro é o dia presente vivido da maneira como sempre sonhei, transformando nãos em sins.

Silvia está mais uma vez girando.

2 comentários:

Carlinha disse...

Sil, estou mais ou menos no mesmo momento que o seu...

Difícil, mas no final quem sai ganhando somos nós... crescimento, libertação, liberdade!!!!

Boa sorte no seu processo!!!

Bjinho

helô disse...

Adorei, o blog e Silvia, como é que em seu perfil pôde me definir tão bem!?!rsrs...Aposto que gosta de C. Lispector e Virgínia Woolf também.
Sobre o texto acima, me identifico(pra variar), comprei até um livro de Stanley Rosner(o ciclo da auto-sabotagem), pra me ajudar nessa missão, mas ainda não comecei a ler.
E vou te falar uma verdade, eu adoooro um Se...
Beijão e te desejo todos os sabores dessa vida, do doce ao amargo, pois só assim saberá valorizar intensamente cada um deles... té!
Helô.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...