terça-feira, 8 de julho de 2008

No Arco-da-Velha

Cá estou para relatar minha relação com a tecnologia. Já adianto que é bem precária. Estou a todo tempo no arco-da-velha (talvez porque o arco-íris exista desde que o mundo é mundo).

Para começar, sou do tempo da máquina de datilografia. Fiz curso de datilografia no Senac, em máquina manual e elétrica. Foi-me muito útil, todo o domínio que tenho do teclado de computador vem daí.

Celulares... Um capítulo à parte. Demorei a ceder a essa tentação. Quando, então, resolvi colocar-me comunicável onde eu estivesse, comprei aquele Motorola enooooorme, que tinha até anteninha de levantar, sabem...!? Isso foi há uns nove anos. Fiquei com ele um bom tempo, só troquei quando achei que estava pesado demais na minha cintura...kkkkk. Aí comprei um Nokia, basicão, sei que o modelo dele começava com 5. O resto eu não lembro. Até final de 2006 ainda estava com ele. Até que não agüentei mais as gozações pelo tamanho do bicho e troquei pó outro Nokia, esse aqui que eu tenho até hoje. Eu sei que já está na hora de trocar..., mas vou enrolar mais um pouco, até isso passar à categoria de prioridade.

MP3? Comprei o primeiro no mês passado. E aprendi a baixar músicas da internet simultaneamente. Nunca tinha ouvido falar em eMule. Comprei junto um Pen drive. “Tô me sentindo” a moderna. Enfim, deixarei um pouco de lado os cd’s e o walkman que pesava minha bolsa.

Aderi ao orkut no ano passado. Tanta gente falava disso que fui ver o que era. Achei interessante, ainda mais com recursos interessantes de privacidade. E achei um grande consolo me sentir, mesmo que virtualmente, mais próxima de pessoas que não vejo há muito tempo, como meu amigo Rodrigo, que eu tanto amo, morando em Londres há tempos.

Não sei explicar o porquê, mas é fato que sou resistente à tecnologia. Custo a me aproximar das novidades. Talvez Freud e / ou Dra. Bridget Jones consigam explicar essa minha “deficiência”. Prefiro o Arco-da-velha com todas as suas cores naturais do que o magenta artificial da tinta das impressoras.


Angélica tem os dois pés no passado quando se trata de coisas. Ainda escuta seus discos de vinil, não sabe manusear um microondas e pouco sabre sobre máquinas fotográficas digitais. E esse será seu próximo passo em sua lenta evolução tecnológica.

4 comentários:

Gisele Lins disse...

Compartilho suas impressões, companheira! Eu e tecnologia também não nos entendemos muito bem. Celular bom pra mim é o que cai no chão e não quebra, e por aí vai... Que bom que não estou só neste mundo, rsrsrs. Um beijão!

Júlia Rodrigues, Maíra, Bárbara, Fernando, Wander disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Júlia Rodrigues, Maíra, Bárbara, Fernando, Wander disse...

haha..cai na gargalhada ao ler o seu texto, vc parece com minha mae, ela e a tecnologia são médio que inimigas!!

otimo texto..abraço, Júlia

Jurandir (www.oequilibradordepratos.blogspot.com) disse...

Blog perfeito. Sério. Parabéns. Virarei assíduo! hehehe. Aliás, acho que pode rolar uma interação bem legal entre nossos blogs. Acessem lá, leiam os posts, comentem... Confiram lá, no mínimo se identificarão com alguma coisa. hehehe (Jurandir)

- O Equilibrador de Pratos -

O que os homens pensam?
Relacionamentos. Teorias. Discussões. Comentários. Mulheres. Sexo. E pratos equilibrados em varinhas. Bem-vindo à vida real.

3 amigos (B. Sacamano, Hannibal e Jurandir, pseudônimos, claro) que resolveram fazer um blog tratando de assuntos que abordam o "Universo Homem + Mulher = Relacionamentos". Retrata todos assuntos citados acima, com textos bem escritos, humorados, ácidos, sarcásticos, irônicos e, sinceros ao extremo. Vale dar uma conferida. E que atire a primeira pedra quem não se identificar com algo.

Blog: www.oequilibradordepratos.blogspot.com
E-mail: oequilibradordepratos@hotmail.com
MSN: oequilibradordepratos@hotmail.com

PS: por que o nome "O Equilibrador de Pratos"? Entre no blog e descubra. Será um "soco no rim". No bom sentido, é claro.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...