quinta-feira, 6 de novembro de 2008

Meu querido diário...

Então era isso. É assim. De repente, eu acordei numa manhã, e já tinha trinta anos. Juro. 

Parece que foi semana passada que eu matei aula na sexta série e minha mãe me encontrou por acaso, perambulando pelo centro da cidade. 

Parece que foi outro dia que eu joguei basquete por 6 horas por dia durante meses a fio. E meu corpo nem reclamou. 

Parece que foi esses dias que a mãe do meu segundo namorado foi até a minha casa, estabelecer as bases do namoro do filho dela com uma menina de 15 anos. 

Parece que foi ontem que eu sofri a amargura do primeiro amor perdido. Eu - que tinha certeza de que amores nunca se perderiam. 

Foi ontem também que encontrei outro amor. E outro. E outro. E todos eu jurei que seriam eternos. Com todos quis ter filhos e passar a velhice numa cadeira de balanço observando a vida se esvair lentamente. 

Outro dia mesmo entrei na faculdade. Dias maravilhosos, que passaram voando. Encontrei amigos, irmãs, cúmplices. Pessoas para contar por uma vida inteira. 

Num piscar de olhos, a faculdade estava para trás. E à minha frente uma nova cidade. Uma que amei de coração desde o primeiro encontro. Uma que fica perto do mar. Uma onde ainda quero passar muitos anos da minha vida. 

Ontem mesmo, nessa cidade, encontrei novamente o amor. Intenso. Denso. Doído. E findo. 

Ontem, deixei novamente uma vida para trás para começar uma vida nova. Precisando de um porta-malas super espaçoso para comportar toda a minha bagagem emocional. 

Parece que foi ontem, querido diário, que eu comecei a viver.

 

Milena, agora em versão 3.0, escreve aqui às quintas.

5 comentários:

Gisele Lins disse...

Que modéstia em dizer que o porta-malas precisa ser espaçoso pra comportar a bagagem emocional, heim? E todo o resto? Rsrsrs.
Lindo, lindo o texto, minha amiga 3.0 adorei!!! Beijocas!

Carolina disse...

Ahhhhhhhhhh que lindo!!!

amei!

Lu disse...

muito bom...

vanandram disse...

AMEI!!!

Renata disse...

Adorei o texto! E que bom que, apesar de parecer que foi ontem que começou a viver, tu consegue ver que muitas coisas aconteceram nestes anos, não foi um pulo, mas uma caminhada! E continua!
Abração!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...