sábado, 21 de junho de 2008

Um outro universo

Eles sempre fizeram parte da minha vida. Como manuseadora, leitora, mãe contadora, professora... Tenho lembranças da infância fortemente ligadas a eles. O meu cômodo preferido na casa de minha avó tinha uma cama, frestas na parede por onde passavam, indiscriminadamente, sol e vento e, claro, eles: livros infantis. Um deles guardo até hoje, depois de anos pedindo para trazê-lo para casa.

Fábulas, poesias, contos de fadas! Todos eles enchem os olhos e a alma.

Mas falo de livros infantis que tratam as crianças como seres inteligentes que são, não aqueles que consistem em quatro páginas grampeadas cobertas por desenhos feios e erros de ortografia falo daqueles que deixam o leitor, de qualquer idade, parado um tempão numa mesma página (com ilustrações coloridas, papel e texto de boa qualidade) lendo e/ou observando o desenrolar da história, viajando no e com o livro. Observando porque até textos sem texto podem contar histórias incríveis, como “E o palhaço, o que é”? (Guto Lins).

Quem não teve ou ao menos queria ter tido uma “Vovó Dragão” (Thaís Linhares) para com ela viajar pelo mundo mágico da fantasia? E que lição a “Maria Mole (André Neves – fofo!!!) passa aos leitores?! Além de encantar, como sempre, com suas ilustrações lindamente surreais, o autor fala de forma simples sobre coisas tão complexas...

Onde mais se poderia ler poemas até engraçados sobre assuntos sérios como a morte (Sapato Furado – Mário Quintana)?

Assim, se você tiver vergonha de comprá-los, folheie na livraria como quem não quer nada... Use filhos, sobrinhos, filhos de amigas ou mesmo crianças imaginárias como pretexto, mas leia-os. Você verá que riqueza e maravilha há nesse outr universo, onde a beleza e o impossível são constantes.


Renata se encanta com este universo e salpicou algumas sugestões de livros infantis no texto. Quem quiser mais dicas ou quiser trocar idéias, é só falar!



4 comentários:

Júlia disse...

Realmente a riqueza que os livros infantis trazem pra gente é enorme! Sempre na entrelinhas está uma liçao de moral.
Amo livros infantis como, "Quem roubou a alegria do palhaço?" "O fantasminha trapalhao" ..sao tantos e todos eles me encanta muito!!
Ahh se eu pudesse trocar livro de escola como:1808, Antes do baile verde, Bom crioulo, por livros infantis!!

Abraços

Milena disse...

Não me lembro de muitos... mas tem um de uma menina que morava em uma caixinha de fósforos que devo ter lido umas 10 vezes!
Muito bom mesmo!
Beijos

Gisele Lins disse...

Mí é a Tumbelina!
Rê me pegou de jeito! Eu a-d-o-r-o livros infantis e infanto-juvenis.
O Pequeno príncipe é um dos meus favoritos, e seu desenho de chapéu-cobra-que-comeu-elefante. E a coleção vaga-lume? Marcelo marmelo martelo? O menino do dedo verde? A vaca voadora? O Sítio do Pica-pau amarelo ("onde" eu aprendi a amar literatura e nunca mais larguei este vício)? Demais! Não tenho nem vergonha. Leio vários livros ao mesmo tempo, mas os meus queridinhos do momento é um que se chama "O Aprendiz do Tempo" e o segundo volume das Crônicas de Narnya. Adoro! Adoro! Adoro!

Rosi disse...

Lembrei da famoso série de livros infantis - Vagalume - que tanto li na minha infância.
E agradeço imensamente pela minha avó por ter feito eu ler as embalagens de açúcar com aquelas receitas. Foi através delas que aprendi a ler ainda na pré-escola.
Um abraço

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...