sábado, 21 de junho de 2008

O perigo da moda

Me lembro como se fosse hoje o quanto achei engraçado quando vi as norueguesas usando botinha de plástico. Na época as botinhas era igualzinhas essas que o pessoal que trabalha na roça usa pra entrar no matagal. Depois de pouco tempo morando aqui, finalmente entedi o motivo daquela moda bizarra. Aqui chove muito, às vezes aquela chuvinha de ‘molhar bobo’ que dura semanas, outras vezes uma chuva mais forte. Pra quem tem que andar para o trabalho ou ir passear ; a tal da chuva vira um inferno. Molha o tenis/sapato todo, a boca da calça fica enchercada quase até o meio da canela, uma tragédia. No final do inverno a situação ainda fica pior, toda a neve acumulada derrete e as ruas viram lagoas por um periodo. É aí que a botinha de plástico vem a calhar. Ploft ploft ploft a gente pode pisar onde quiser, não precisa mais fica pulando de pedra em pedra, fugindo das lagoas temporárias. Mas o que achei mais interessante é que o pessoal costuma levar um sapato extra na bolsa (principalmente se estão indo ao trabalho), pois podem trocar a botinha por outra coisa mais confortável. Perfeito! Há uns 3 anos atrás as botinhas ficaram um pouco mais ‘fashion’, com modelos e cores diferentes. Estampas da moda, que legal. Você pode escolher entre botinha de plástico de bolinha, de coraçãozinho, um luxo! Eu particularmente não troquei a minha botinha com modelo roçaliano (toda verde escuro) por uma da moda, simplesmente porque ela ainda estava novinha, mas achei as novas botinhas de plástico um sucesso, pois agora unia o útil ao agradável.

Como toda moda lancada na Europa, uma hora acaba chegando ao Brasil. E sim, porque não? No Brasil também tem chuva, talvez não tanto quanto aqui (pelo menos em número de dias de chuva por ano), mas me lembro muito bem daquelas semanas do inverno que não parava de chover. A botinha de plástico chegou então para manter seco os pés das brasileiras. O único problema da chegada da botinha de plástico no Brasil é que elas chegaram primeiro como artigo de moda, diga-se de luxo. Elas não chegaram junto com o conceito : ‘mantenha seus pés secos neste inverno’ e sim com o conceito: ‘quem tem botinha de plastico está na moda’. E aí tudo muda de figura. Gatos e cachorros agora querem uma botinha de plástico, não pela praticidade dela, mas sim porque quem não tem está fora da moda.

Resolvi escrever o texto depois que vi uma reportagem sobre o Fashion Rio. Na reportagem eles analisavam a escolha de roupa de pessoas no Fashion Rio e discutiam quem estava na moda ou não, quem acertou no look ou não. O que mais me surpreendeu foi ver que a menina que estava mais na moda, vestia vestido tubinho preto e calçava botinha de plástico quadriculada. Calçar bonitinha de plástico em um dia de sol no Rio de Janeiro? O que ela tava querendo? Assar os pés ou o que? Gente, ainda não sei se a botinha de plástico ja estourou aí no Brasil ou não. Mas depois de ver essa reportagem, comecei a ver o quanto a moda pode ser perigosa e muitas vezes ridícula. O mais triste é ver as pessoas sendo escravas, usando os acessórios sem pensar e caindo nas tais armadilhas da moda.


Liz não é nenhuma expert em moda, apenas se beneficia dela pra variar o guarda roupa, mas fica com os cabelos em pé de ver as pessoas usando a moda simplesmente por ‘usar a moda’.



4 comentários:

Angel disse...

Parece que algumas pessoas aderem por pensar que serão melhores aceitas trajando a moda.

Ainda não vi essas botinhas por aqui. Mas sou sempre uma das últimas a saber da novidades fashion.

Beijos!

Júlia disse...

Infelizmente tem disso: "quem nao usa isso ta fora de moda"

Eu particulamente, to poco ligando pra moda,pode falar que eu to fora dela, que se eu nao usar o que ta na moda vao rir de mim! O que nao dá é usar vestido tubinho com botinha quadriculda!! aí nao!!

Abraços!

Milena disse...

Hahaha
Muito boa Liz!
Semana passada (no dia do meu texto) tava molhado por aqui - admito, não estava chovendo a cântaros - e eu resolvi calçar minha sete léguas preta (ainda não tenho poder aquisitivo pra comprar as galochas quadriculadas e com coraçõezinhos). Meu pé ficou seco e quentinho o dia todo, mas as pessoas não acharam muito normal não...
A moda as vezes é traiçoeira também.. rs

Gisele Lins disse...

Liz eu sou bem esquisita pra vestir. Não que eu seja contra moda, apenas só vou aderir ao que acho conveniente para mim (adoraria usar macacão justo, por exemplo, que também andou na moda no verão, mas simplesmente não dá). E nãó é porque usar saia comprida está fora de moda que eu abro mão de incluir as minhas super coloridas no modelito uma vez por semana.
Brabo é a molecada de touca de lã em pleno inverno, o povo de sandália e casacão, coisas assim, sem noção.
Não vejo a hora de chegar as botinhas coloridas por aqui!
Beijão!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...