quinta-feira, 22 de novembro de 2007

Insônia

Você já percebeu que os seus problemas, sonhos e ansiedades diante a vida adoram borbulhar na sua mente sempre na hora de dormir?

Noite passada foi assim, eu não via a hora de chegar em casa e poder descansar, tomar aquele banho, colocar as pernas para o alto, depois deitar na cama e dormir bem gostoso...

Tudo saiu conforme o planejado até o momento de deitar na cama, porque o dormir e ainda acompanhado por gostoso, ficou meio difícil.

Os pensamentos dos mais variados possíveis vieram como um turbilhão, tipo as cataratas do Iguaçu. Então, tentei várias vezes desviar meu pensamento para um pasto verde, cheio de carneirinhos brancos, gordinhos e fofinhos, mas não adiantava, o turbilhão ainda era mais potente!

O que é pior nessa situação é olhar ao lado e ver que meu marido já estava no 10º sono, deu vontade de acordá-lo para conversar, pra ver se as horas passavam mais rápidas e o sono vinha, mas maldade tem hora e definitivamente de madrugada ninguém merece!

Comecei a ficar apavorada, porque com o turbilhão veio o pensamento de que teria que acordar cedo no outro dia e que ele certamente seria cheio de trabalho! Tentei me concentrar e nada! Levantei, tomei uma água (pra ver se relaxava) e nada! Liguei a televisão, desliguei, voltei para a cama, virei de um lado e do outro e nada! E assim permaneci por mais algumas horas e o turbilhão não se cansava nunca...

Até que quase amanhecendo, peguei no sono e quando estava no melhor dele, advinha? Toca o despertador! Coloquei mais 15 min, mas não tinha jeito, tive que levantar parecia que estava colada à cama, mal tinha forças para abrir meus olhos, levantei cambaleando de sono, fui para o chuveiro pensando: Você consegue! Consegui, fui trabalhar!

Agora, você há de convir comigo que pior que a uma noite de insônia é o outro dia! Todos te perguntando o porquê da cara inchada e seu estômago ardendo de gastrite de tanto tomar café na tentativa de se manter acordado!


Débora felizmente não sofre de insônia crônica, mas este mal insiste em bater à porta do seu quarto em alguns dias do ano.

5 comentários:

Sisa disse...

Nossa, tem duas coisas que me acometeram poucas vezes na minha vida: insônia e prisão de ventre. Fico pensando como que pessoas que sofrem regularmente disso vivem, porque depois de um dia sem dormir ou fazer outras coisas (rs) o único pensamento recorrente na minha cabeça é me matar, rs...

Paula disse...

Eu também não tenho insônia com muita freqüência, mas é uma das situações que me tiram do sério. Fico muito mal-humorada, porque o pensamento recorrente é: o próximo dia será um lixo!
Ainda não achei solução para estes surtos, então, quem souber, por favor nos avise! Mulheres mal-humoradas por falta de sono é o cúmulo da injustiça rs!

Louise disse...

Também já passei muitas noites assistindo corujão pra ver se vinha o sono e nada...você tá certa, pior que isso só o dia seguinte rs!

Cris disse...

Com minha vasta experiência em insônia, aí vão algumas dicas:
- Faça exercício de relaxamento com respiração. Respire com o diafragma (vc sabe fazer isso?). É só sentir que vc está respirando sem inflar o peito, faça a respiração com a o abdomen. Inspire, conte até 10 (devagar) e expire, sinta o seu diafragma. Faça isso umas 10 vezes.....
- Tente não pensar em nada......(difícil essa). Se vc ficar pensando em dormir, aí sim vc não dorme.
- Leia....(no meu caso, ler piora tudo)
Ah, pra falar a verdade, no meu caso nada disso funcionou....até as bolinhas tarja preta pararam de funcionar. Meu remédio há 6 meses, se chama exercício físico...Faço natação todos os dias, e durmo feito um anjo....
Quer dizer, hoje é uma exceção, visto que são quase 1:30 da manhã....rsrsrs
Boa sorte!

Angel disse...

Já tive surtos de insônia e realmente ninguém merece o dia seguinte. Pior mesmo é quando isso acontece 3 dias seguidos.

Depois que terminei meu último namoro, durmo feito um anjo.

Beijos!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...