quarta-feira, 21 de novembro de 2007

Quando se retirar é a melhor estratégia

Às vezes eu me pego envolvida em algumas situações que parecem um atoleiro. Quanto mais eu tento avançar, mais eu afundo e não consigo me mover. Acabei constatando que, nessa hora, o melhor é recuar...

Adianta permanecer no meio do furacão? Se machucar? Ficar doente? E, pior que isso, não perceber que, às vezes, para resolver uma situação, é melhor se afastar e olhá-la como um todo? Pois é, permaneci em uma situação assim por um longo tempo, até atingir meu limite. Nessa hora, eu me afastei...

Quando eu me retirei da batalha, dei férias para mim do meu problema, pude ver com clareza alguns pontos importantes: meus sentimentos em meio à bagunça; possíveis estratégias para resolvê-la; sacrifícios a serem feitos; e, principalmente, pude avaliar se todo o esforço que viria pela frente valia a pena (será que resolver o problema era o que me faria feliz?).

Após pensar com a cabeça, sem tomar outra decisão errada com as emoções à flor da pele, pude enfim me decidir. Por mim, e não por outra pessoa, pelos meus ideais, pelos meus sentimentos e pela minha felicidade, resolvi me empenhar e tentar desatar o nó uma última vez!

Espero que dessa vez eu consiga! Mas se não der certo, sei que fiz o melhor e, quando olhar para trás, não me arrependerei pelo não tentado! Assim poderei viver em paz, independente do final da história.

Até a próxima!


Paula estava cansada de tentar, mas viu que enquanto houver esperança e não exaurir todas as possibilidades, não poderá seguir em frente. Espera voltar quarta que vem mais feliz!



3 comentários:

Vivian disse...

É Paula, as vezes a gente nao consegue mesmo enxergar que em determinadas situaçoes o que vai nos fazer feliz é recuar, ou ao menos, é o que vai nos fazer não sofrer tanto. Mas a gente sempre consegue resgatar forças (nao sei de onde) para tentar mais um pouquinho. Nao sei se felizmente ou infelizmente...

Aline Bahiense disse...

Isso me fez pensar na minha vida! Será que também falta para mim recuar?
Vou pensar muito sobre isso....
Boa sorte e muitas felicidades para você!
bjs

Sisa disse...

Oi Paula!
Eu sempre tive um orgulho que não me deixa desistir das coisas. Mas algumas vezes fui mesmo obrigada pelas circunstâncias a recuar, e isso deu um alívio muito grande.
Bjs

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...