terça-feira, 13 de novembro de 2007

Saudade em Portugal


A palavra saudade sempre me chamou muita atenção. Depois que descobri, há tempos, que a mesma somente existe na língua portuguesa, aí passou a me interessar ainda mais. Com o tempo, de tanto conviver com o sentimento e com a palavra, comecei a dar mais atenção ao seu significado. Afinal, saudade não é só sentir falta de alguém, ou de algo. Saudade tem um significado tão complexo que não se pode definir mesmo em outra única palavra, em idioma nenhum.

Ao observar a pronúncia portuguesa da palavra foi que me veio a sensação de que saudade derivava de solidão, mas era mais do que estar só. Os portugueses dizem “sodade”, e é lindo como o dizem! Ouvindo-a ser pronunciada dessa forma, lembrei-me de soledad, em espanhol, de solitude, em italiano, que significam solidão, em português. Procurei a origem da palavra no dicionário, e lá estava saudade com a mesma origem de solidão no latim. Parece estúpido, mas era como se fizesse parte dos Grandes Descobrimentos. Passei a admirar ainda mais Portugal, sua cultura, sua história, e sua língua! Somente os portugueses, os grandes descobridores e conquistadores de todos os cantos do mundo, somente aqueles que partiam para o mundo levando e deixando lembranças, somente estes poderiam criar uma palavra capaz de explicar a solidão que sentimos quando da ausência de alguém querido, ou de um tempo passado maravilhoso.

Saudade é solidão de. Se falarmos repetidas vezes solidão de, solidão de, aos poucos, percebam, vira “sodade”. Na linguagem escrita, solidão de virou saudade! Saudade é solidão que sentimos de uma única pessoa ou coisa, mesmo em meio a tanta gente. Somente a língua portuguesa condensou em uma só palavra a solidão de alguém diante de todos. Quando sentimos saudade, sentimos não só a solidão, pois solidão é estar só. Sentir saudade é estar só de alguém, de algo, mesmo não estando totalmente sozinhos. Não sentimos solidão somente quando estamos com amigos, mas lembrando de tempos melhores, de pessoas queridas. Isso é saudade! Podemos estar só, sentir a solidão, a ausência de todos, mas não sentirmos propriamente falta de algo em especial. Isso é solidão!

Logo, por falar português, posso dizer que prefiro a saudade à solidão. E nem preciso explicar o que significa gostar de ter saudade! Afinal, sentir saudade é sinal que a vida foi tão bem vivida que é sempre bom relembrar!


Tania é saudosista, adora a língua Portuguesa e seus mistérios. Na história, se identifica mais com Maria I, de Portugal, não por seus atos, nem por suas crenças, mas porque era conhecida com A Louca!


5 comentários:

Paula disse...

Tânia, que texto bacana! Eu também sempre me intriguei com o porquê de termos uma palavra tão especial só para nós. Obrigada pela aula!
Também prefiro saudade à solidão; eu penso que o primeiro é um sentimento feliz e o segundo carrega muita tristeza...
Beijos.

Luciana Carvalho disse...

Sentir saudade é bom, mas melhor ainda é matar a saudade, pena que existem saudades que nunca poderemos matar, saudade de quem já foi embora dessa vida, esse tipo de saudade é muito doída.

Bjs

Regina disse...

Every foreign Fado listener sooner or later will come across with word saudade. With your post it's much more easier to reach its real meaning.
Thanks.

Sisa disse...

Ahhh e eu que estou adorando ouvir português com sotaque original? Rs no começo eu ria horrores, mas hoje acho lindo demais, e eles falam mais parecido com "saudad"...

Angel disse...

Saudade é mesmo um sentimento que nós sabemos e talvez, sintamos mais que outros povos. Eu sinto muita.

Adorei a identificação com A Louca!

Beijos!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...