sexta-feira, 9 de novembro de 2007

Quando eu morrer...

Quero deixar saudades, mas não tristezas.
Quero a certeza de que me encontrarei com minha mãe. Sim, porque nenhum pai merece a dor de sobreviver aos filhos.
Quero a recompensa de uma vida bem vivida.
Quero a paz de saber que os filhos que um dia terei estão aptos à viver sem mim neste mundo.
Quero ter lido histórias para meus netos. Histórias que os façam sonhar até acordados.
Quero fazer "a passagem" com o coração leve e o espírito claro.
Quero ter plantado árvores. Muitas. Quem sabe terei conseguido "pagar" pela minha paixão por cadernos.
Quero ter conhecido praias e montanhas deste Brasil que é tão lindo.
Quero ter aprendido outras línguas. Tantas quanto minha frágil memória permitir.
Quero ter experimentado os mais saborosos pratos. Quem sabe algo que me faça deixar de preferir arroz, feijão e batata refogada com alho e cebola.
Quero ter lido tantos livros quanto meu tempo me houver permitido.
Quero ter amado intensamente todas as pessoas que mereceram meu amor.
Quero ter esquecido completamente aquilo e aqueles que não valeram ser lembrados.
Quero ter visto provas de que a bondade existe e compensa, nem que seja no final.
Quero ter pedido desculpas àqueles que magoei sem saber e principalmente sem querer.
Quero ter tido um milhão de amigos. Quero tenham sido como irmãos e irmãs.
Quero sorrisos sinceros na despedida.
Quero música ao invés do silêncio mortificador.
Quero a sensação do dever cumprido.


Milena é uma pessoa normal que fica abalada sempre que se depara com o "ceifador de vidas" vagando por aqui.


5 comentários:

vanandram disse...

Milena,
belo texto! Você, com seu modo delicado de escrever, tocou em um tema que quase nunca aparece por aqui. A morte é a única certeza que temos na vida e no entanto deixamos essa verdade ali, quietinha, como se somente existisse para os outros.É necessário falar mais, mas confesso que eu mesma tenho essa dificuldade. Um grande abraço,
Vanessa.

Angel disse...

Milena, adorei seu texto! Falar de morte é necessário. Até já pensei em fazer um texto sobre isso, com um toque de bom humor, ainda farei...

Também quero música quando eu morrer, é reconfortante participar de um velório musicado.

Parabéns!
Bjos!

Sisa disse...

Gostei muito do texto, principalmente pq fala de morte, mas através da vida...

Bel disse...

Que lindo Mi...

Mas falar de morte é complicado...

bjos

Renata disse...

Milena, adorei seu texto!
Espero que consigamos viver desta forma, para que a morte seja realmente apenas maisum passo.
Bjs!
Renata

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...