terça-feira, 28 de agosto de 2007

A Lei do Paga Língua é caso particular da Lei de Murphy?

A lei de Murphy é a famosa lei que postula: “Se alguma coisa pode dar errado, dará”, enquanto a lei do paga língua, bem... o nome já é auto explicativo.


Sisa e eu há muitos anos temos discutido a questão da relação entre essas leis, ela acreditando na dependência e eu na independência, uma em relação à outra.


Porém hoje, tenho uma opinião diferente. Ainda acredito na independência entre elas, mas acho que a lei de Murphy é mais um estado de espírito, um estado de espírito pessimista. Já percebeu que só reparamos no biscoito quando ele cai com a manteiga pra baixo? Nunca ouvi um: “Que sorte! O telefone não tocou enquanto eu estava no banho!” Ou então: “Que sorte, encontrei justamente o papel com as anotações que estava procurando”!!! Essas coisas, quando acontecem da maneira como esperamos, acabam não sendo valorizadas por nós.


O mesmo ocorre ao recebermos elogios. “Nossa, que blusa linda!” E a resposta: “Mas ela é tão velha...” A valorização pelo negativo ocorre com muito mais naturalidade na nossa cultura, daí a origem de tantas reclamações.


A lei do paga língua, por sua vez, continua tendo a mesma conotação na minha vida, porém com uma comprovação específica: vou casar, de véu e grinalda! Sempre levantei a bandeira de só juntar, que casar é bobeira. Mas percebi que é interessante marcar os ciclos da nossa vida!! Ajuda a entendermos e a valorizarmos os momentos que vivemos!


Pois afinal, a vida é feita disso mesmo, de momentos, os quais devem ser sempre valorizados, independentemente mesmo se o nosso mundo for regido pela Lei de Murphy, pela Lei do Paga Língua, ou pelos dois ao mesmo tempo!




Fabiana é física, mas acredita que há muitos mistérios desconhecidos nessa vida, principalmente a leis que regem o comportamento humano.

5 comentários:

Paula disse...

Oi Fafá!
Eu sempre fui muito atenta à Lei de Murphy e, caía sempre nisso que você falou: não valorizava os bons momentos. Mas aos poucos estou tentando enxergar o "copo meio cheio", sabe? Mas é difícil...
Beijos!

Laeticia disse...

Eu tenho pra mim que uma das leis que rege o mundo é a lei do paga língua. Já paguei tantas que parei de contar hehe

Débora disse...

Oi Fafá!
Me identifiquei com seu texto, pq também nunca tinha pensado em casar e também casei de véu e grinalda! Mas foi muito bom me ver de noiva, não me arrependo!
bj

Milena disse...

Ai ai ai
eu também não penso em casar.
Será que já devo comprar uma revista de noiva??
Será que tá na hora de experimentar a grinalda?
rs

Muito divertido Fafá!

Sisa disse...

Nossa, Fafa... super saudade dos nossos momentos discutindo essa lei. Perdemos muito tempo lamentando as coisas chatas. A parte boa e que investimos muito tempo nos divertindo com as boas tambem.
Beijos, saudades de nos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...