quarta-feira, 22 de agosto de 2007

Ontem à noite...


Só para constar, esses últimos dias eu estava meio fora do ar, dificuldade de concentração absurda, viajando geral, sei lá o quê que me deu... Sei que alguns amigos até me perguntaram: “Você fumou maconha? Bebeu água da privada? Tá comendo coco? Isso não é normal não...”

A idéia de um texto brilhante (assim como outras idéias brilhantes) toda hora me surgia, mas a fração de segundo entre o alcançar uma caneta e o começar a escrever era suficiente pra idéia se perder.

Então, terça à noite, e a sensação de que pulei uma semana da minha vida. “QUERO MINHA CONCENTRAÇÃO DE VOLTA!!!!!”

Uma trilha sonora teima em tocar na minha cabeça: “Hoje eu quero sair só”, do Lenine.

Aí começa a batalha entre a necessidade de sair sem compromisso, dar uma volta, espairecer, olhar o mundo, e uma preguiça eterna do tamanho de todos os sistemas solares juntos me mandando ficar embaixo das cobertas.

Acabou que ganhou uma amiga que insistiu muito para sairmos, mas eu fiquei com a sensação de paisagem a noite inteira... “POR FAVOR, QUEM ME ROUBOU DE MIM, ME DEVOLVE!!!!”

Enfim, nada interessante aconteceu, simplesmente saí (nem foi só... será que eu devia ter dado ouvidos à trilha insistente?), ficou nisso mesmo...



Glícia tem certeza que precisa de um tempo (férias, longas e bem remuneradas)...

4 comentários:

Paula disse...

Você pensa que não aconteceu nada, Glícia...
Mas só de párar para pensar se deveria ou não ter dado ouvidos a você mesma, foi um grande acontecimento.
Não é todo dia que pedimos "Por favor, quem me roubou de mim, me devolve!!!!". E isso acontece muito...
Bjs.

vanandram disse...

"(...)tem dias que a gente se sente...
Esquenta não, Glícia, há dias que parecem longas noites e noites que parecem dias de sol! Daqui a pouquinho vão devolver você para você mesma, você vai tirar férias, viajar, descansar bastante...aguarde e confie!
Beijos!
Vanessa.

Fafá disse...

Ei Glícia!!!

Adorei o " Quem me roubou de mim, me devolve"!!! às vezes me sinto assim, mas depois acabo chegando a conclusão que o eu, que eu espero ansiosamente ser de volta, já não existe mais... pois mais cedo ou mais tarde acabamos mesmo por amadurecer.
Mas confesso que às vezes eu tb sinto uma saudade de mim... :)
Beijinhos!
Fafá

Milena disse...

Às vezes as coisas são tão dispersas que eu me pergunto se concentração é algo que existe ou é uma pegadinha que inventaram para a humanidade...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...