domingo, 30 de setembro de 2007

Dicionário Mulher – Português

Nada mais falso do que o que-ri-da pronunciado silabicamente. E o pior, é o tipo de saudação que vem de mulher. Acaba com a classe; feminina e a de elegância. Quando alguém se aproxima da gente e diz: “Oi, que-ri-da!”, pode saber que há mais do que uma saudação carinhosa. Aliás, de carinhosa esse “querida” não tem nada.

Querida, no discurso de uma mulher para outra, pode querer dizer muita coisa, menos que uma é querida da outra! Assim, se for uma pessoa querendo um favor, o “oi, querida”, vira “oi, preciso que resolva algo para mim”. Se forem velhas conhecidas, que nunca foram amigas, “oi, querida”, significa “oi, nossa, como você envelheceu”, ou “oi, nossa, como você engordou”, e por aí vai com o querida sempre no sentido depreciativo.

Pode ainda ser pior; quando o “oi, querida” é falado pela mulher que perdeu o namorado para a outra. Aí é quase uma declaração de guerra: “oi, sua vaca, cretina, vagabunda...”, e segue a enorme lista de insultos cada vez mais horrorosos!

Já quando o querida é dito por um homem, quase sempre é sincero. E aí pode também ser simplesmente uma saudação carinhosa. Também pode haver interesse, mas aí é um interesse explícito, como um “oi, querida” querendo dizer “Vamos sair mais tarde?”. Pelo menos não destila veneno. E é até lisonjeiro. Enfim, o querida dito pelo homem não sofre divisão silábico, nem é distorcido. Pode querer dizer de amizade a desejo, mas é sempre QUERIDA mesmo!

Que saudades de quando era possível confiar plenamente no querida dito por uma mulher, uma colega, uma simples conhecida... Agora, temos que usar o complexo dicionário Mulher-Português, para sabermos o que devemos dizer, como devemos dizer, e como devemos interpretar nossas próprias conversas.


O Ministério da Saúde Mental adverte: Tania é louca, e não é vacinada! Leia seus textos com moderação!

7 comentários:

Júlia disse...

Seu texto esta um espetaculo...
Morro de curiosidade quando uma pessoa me chama de querida.!!!curiosidade sim...pois queria saber qual é o sentido do querida..
O pior é quando solta o QUERIDINHA...aí é pior ainda da vontade de matar...
Mas como vc diz meu dicionario mulher-portugues, ja esta a postos...
Bjos...

Angel disse...

Tânia, querida...rsrsrsrs!
Concordo plenamente com você, o "querida" é um perigo! Creio que está muito ligado à relação explícita de concorrência entre mulheres. Coisas do séc. XXI? Talvez o explícito seja desse séc, o "querida" acredito que tenha vindo das macacas homo-sapiens.
Beijos
Angel

Renata disse...

Tomara que meu noivo não leia este texto! Só iria corroborar a teoria que ele tem de que as mulheres não são humanas! Até agora o argumento mais forte é que nenhuma pessoa poderia sangrar por 7 dias todo mês e não morrer! E agora tu vem fazer um dicionário... Brincadeira, acho que independente de gênero, muitas vezes é difícil saber qual o sentido ou a intenção do que foi dito. Uma pena...

Milena disse...

Ah, eu tenho que discordar...
Sempre uso querida no sentido de querida mesmo, e só com pessoas queridas.

Mas nesse sentido que você atribui a querida, eu tenho uma outra palavra: BEM.
Mas só uso em ocasiões bem especiais, tipo quando alguma vendedora me acha com cara de pobre, ou com os atendentes das operadoras de telefonia...

Paula disse...

Oi Tânia!
E se faça a polêmica!
Eu fico com a Milena. Difícil esta palavra sair da minha boca, porque se sair, significa que quero muito bem a outra pessoa!
Também não acho que nós mulheres sejamos seres tão tenebrosos que só destilam seu veneninho por aí rsrs! Nem que sempre estejamos querendo competir com a outra (prova disso somos nós todas reunidas aqui e nos divertindo à beça!). Acho que existem mulheres e existem homens bem ou mal intencionados, infelizmente, e que por isso não podemos confiar muito no outro...
De qualquer forma, adoro este jeito seu de escrever, Tânia! Parabéns novamente!
Beijos.

Sisa disse...

Querida Tânia (rs),
eu acho que entendi o que você quer dizer. Eu chamo algumas pessoas de querida sim, e elas realmente são queridas pra mim. Mas o que-ri-da realmente soa falso e venenoso, geralmente saindo da boca de quem não tem motivo algum pra te querer bem!

Laeticia disse...

Bem, se eu for levar a questão do "querida" a ferro e fogo, serei obrigada a concluir que um amigo meu tem razão. Ele diz que se demorasse mais três dias pra nascer, eu nasceria macho!! Querida é de fato uma palavra que só uso com pessoas queridas. As que eu acho realmente dignas de serem chamadas de que-ri-das eu simplesmente deixo de conviver com elas, a menos que seja impossíveis por outras razões. Teve uma que me chama sempre de que-ri-da e, mesmo depois de eu inventar quinze mil mentiras agradáveis pra não ser mal educada e deselegante, insistiu e perguntou pq eu não tinha ido na casa dela tal dia. Fui obrigada a responder que escolho bem os lugares que freqüento. Acho que ela passará a me chamar de que-ri-dé-si-ma agora :-P

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...