sábado, 1 de setembro de 2007

Três Tucanos Numa Tarde Estranha

Quando atingimos a faixa etária de todas nós que escrevemos aqui, imaginamos que as crises da vida vão passar. Ou ao menos diminuir. Doce engano. Mentira. Pura mentira. Colocamos culpa na TPM, na profissão, nos companheiros ou na calça que não entra mais. Mas raramente admitimos que o problema é nosso. Sabe aquele dia em que tudo dá errado e temos vontade de jogar tudo pro alto e apertar o botão do “foda-se” até o fundo (na esperança dele emperrar e ficar pra sempre apertado)? Pois é... Assim que me sentia numa terça-feira a tarde qualquer aí pra trás. Um colega de trabalho me chamou até a janela, apontando para o céu. Poderia ter fingido que o som estava alto no fone e não ter levantado a bunda da cadeira de tanto tédio, mas fiquei curiosa. Como a bunda já estava dormente de ficar tanto tempo sentada, tirei o fone e fui lá ver o que havia. Olhei pro céu e lá estavam eles: três tucanos voando livres e felizes de uma árvore a outra, cantando e sorrindo! Pode parecer bobagem, mas aquilo me tocou de uma maneira incrível! Puxa... Trabalho a quinze minutos do hipercentro de capital da região sudeste e tenho o privilégio de ver seres felizes que alguns só conhecem por fotografia ou em viveiros de zoológico! Porque estava mesmo querendo emperrar o botão do foda-se mesmo? Não existe emprego perfeito, e talvez essa nem seja a questão a ser levantada. Mas se prestarmos mais atenção e dermos mais valor aos detalhes, a vida pode ser mais fluida. Depois desse dia, sempre paro dois minutinhos da minha rotina pra olhar pro alto, e lá estão eles felizes, livres e sorridentes pra me lembrar que a vida pode ser mais colorida e leve.


Mariana, que vive uma eterna crise profissional, odeia quando tem que preencher campos de formulários que perguntam a profissão (publicitária, designer, professora ou estudante? Depende do que convém no momento...rsrs...), sabe que tucanos não são capazes de sorrir, trabalha dentro de uma mata linda e fica feliz pela Carla (que escreve aqui também) de poder morar no mato!

7 comentários:

Aline Bahiense disse...

A-D-O-R-E-I!!!!!!!!!!! É isso aí, basta a gente descobrir o nosso poder de colocar cores em nossa vida que ela fica bela.

Paula disse...

Oi Mariana!
Gostei muito do seu texto e sei que buscar perfeição é utopia, é buscar algo intangível, que não existe. Mas ainda não consegui me libertar disso e parar os dois minutinhos, como você!
Parabéns pela atitude e pelo texto!
Seja bem vinda!

Milena disse...

O vôo dos tucanos é algo meio lendário aqui em Itapira.
Dizem que quando vc tem um dia punk eles vêm nos agraciar com sua presença.. rs
Lindo texto =)

Angel disse...

Esses momentos de crise são inevitáveis, infelizmente. Feliz de quem consegue ver os "tucanos" da vida...
Parabéns!
Angel

Carla disse...

Maryyyyyyyy!!! Saudades demais de vc!!!

No dia que mudamos, estava limpando lá em cima e vi um tucano pousando em uma árvore!!! E ontem foi um grupo de papagaios!!!

Morar no mato é bom demais!!!! E eu voltei a ser feliz!!!

Felizes das pessoas que conseguem ver a beleza no mundo no meio do caos!!!

Venha me ver logo!!!

Beijoooooooo!

Sisa disse...

Oi Mariana!
Tem mesmo dias que tudo que a gente quer é que alguém confirme pra gente que nossa vida é miserável e que a gente nem devia ter nascido. Felizmente, aparecem, como num passe de mágica, coisas pra esfregar na cara da gente que a gente tá errada e que a vida é mesmo bacana e vale a pena ser deliciada!

Escola Yoga - Amadora disse...

Parabéns pelo Blog :)

Os 30 aninhos são um percurso de vida natural e uma fase importante, talvez até a melhor. O importante é o que reside por dentro.

Iremos divulgar este blog na nossa Escola de Yôga.

www.yogamadora.com

Juntos poderemos fazer um mundo melhor com vista ao auto-conhecimento e a sensibilização das pessoas.

Abraços

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...