quarta-feira, 17 de outubro de 2007

Às pessoas especiais...

Às vezes Papai do Céu se encarrega de colocar pessoas maravilhosas em nossas vidas. Em minha vida, essas figuras especiais são muitas.

Claro que vez por outra tem aqueles e aquelas de coração e alma bem pequena que pisam na sua cabeça e dão de ombros, mas em minha vida isso se tornou tão pequeno perto da quantidade dos de qualidade com quem convivo, que perdoar e/ou simplesmente ignorar a existência dos fulanos e fulanas vem se tornando cada vez mais fácil, menos penoso.

Creio que minha família e meus amigos já saibam o quanto são especiais e importantes pra mim. Não me canso de repetir isso, aos próprios e ao mundo inteiro.

A família Papai do Céu me colocou nela, e agradeço todo dia pelo que ganhei. Os desentendimentos existem, claro, mas nada se compara ao viver e aprender com essas figuras lindas!

Os amigos são a família que tive a oportunidade de escolher. Às vezes me pergunto se foi mesmo tanto assim escolher... São pessoas tão especiais, com quem existe uma sintonia tão grande, que vai ver já estava tudo planejado pra que de uma forma ou de outra nos encontrássemos e cultivássemos a relação.

Tem também uma outra “categoria” de pessoas especiais: aquelas que não necessariamente estão em sua vida, mas passam por ela em algum momento e com certeza deixam sua marca... Nessas andanças, não foram poucas as figuras do tipo que me apareceram. Com cada uma a gente aprende um pouquinho, de cada uma a gente leva alguma coisa...

A última dessas figuras que conheci, apareceu quando, após uma discussão enorme com uma pessoa muito especial, eu caminhava repensando montes de coisas, meio chateada... Conversou comigo, me disse algumas coisas que eu já tinha ouvido, algumas que eu já tinha pensado, mas disse também alguma coisa que me acordou prá outras cores. Quem sabe um dia a gente se vê de novo. Tomara.

Espero poder contar com mais muitas e muitas chuvas de pessoas maravilhosas em minha vida...


Glícia é muito feliz pelos alguéns especiais que tem em sua vida.

3 comentários:

Laeticia disse...

É mesmo, Glícia. Às vezes a gente só fala com a pessoa uma vez na vida e as poucas palavras trocadas têm tanta importância pra gente naquele momento que nunca mais nos esuqecemos delas. Seu post me trouxe uma recordação. Vai ser a base do meu próximo texto! Beijos.

Paula disse...

Temos mesmo que aproveitar estes presentes colocados em nossa vidas, Glícia. Por obra de Deus, estas pessoas super iluminadas, estando perto, longe ou de passagem, fazem com que agüentemos determinadas situações que pareciam o fim da linha, e com o mínimo esforço.
Gostei!

Sisa disse...

Nossa, dia desses eu faço um post sobre isso. Eu tenho uma coisa que é muito louca, desconhecidos me param na rua, falam coisas que eu preciso ouvir naquele minuto e depois parece que acordam de um transe e saem de fininho, meio "o quê que eu tou fazendo aqui". Não tenho dúvidas de que Deus coloca pessoas no nosso caminho pra falar o que a gente precisa ouvir, na hora certa. Bj

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...