sábado, 15 de dezembro de 2007

A minha primeira vez

Há como ela foi esperada! Um marco entre duas fases muito distintas da minha vida: antes e depois da minha primeira vez.

Como ele seria? Radiante e caliente ou calmo e meio mormacento? Frio e tempestuoso? Será que ele ia ser rápido ou ia levar uma vida para terminar? Passei muito tempo sentindo antecipado aquele friozinho na barriga, que vem subindo pela espinha e que eu sabia que ele iria intensificar absurdamente algo parecido com isso.

Eu sabia que era inevitável para qualquer mulher. Para umas acontecia mais cedo, para outras como eu, não. Independente do tempo de espera eu acho que a intensidade da ansiedade para todas nós é a mesma! Ficar imaginando as cenas, todas as possibilidades, mas sem ter certeza nenhuma de como seria a hora H de fato.

Ficar conversando com as amigas e trocando anseios, receios e dúvidas a respeito. Há foi muito bom. E depois, as que já tinham passado por ela, vinham em polvorosa contar como foi. As mais tímidas, é claro, queriam omitir os detalhes sórdidos, mas não há mulher que consiga esconder alguma coisa de um bando de outras mulheres curiosas...

Eu sei que eu teria novas responsabilidades depois dela (e antes também, á claro), mas eu estava preparada para elas, fui muito instruída a respeito e sou uma pessoa muito organizada para estas coisas.

Eu sabia que o que eu ia perder ia me tornar uma pessoa diferente, uma mulher mais interessante também, e ficava imaginando como eu me sentiria praticamente sendo uma nova pessoa. Será que as pessoas saberiam que já tinha acontecido? Será que só de me olhar daria pra perceber? E a minha mãe? UI!

Depois dela, eu sabia que ia ficar em ânsias pela próxima e pela outra e pela outra. Pelo menos todas esperam que seja assim, não é? Eu sei que poderia ser traumática. As coisas podem dar errado nesta hora e eu sei que eu levaria muito tempo para esquecer (acho que pelo menos um ano). Mas eu sou uma pessoa persistente e sei que tentaria de novo, é inevitável.

Enfim, ela chegou: minhas primeiras férias. Ele tem sido maravilhoso, o meu primeiro dia, quente, ensolarado, mas com um ventinho delicioso soprando. Ele está demorando pra passar, pois tenho muitas coisas pra fazer, mas estou curtindo muito ficar de cantinho, aproveitando o “fazer nada” de uma mulher madura, nas suas primeiras férias de verdade, e muito merecidas. Espero também ter muito que contar para as amigas na volta e não pretendo omitir nenhum detalhe. As novas responsabilidades já estão quase cumpridas, detalhes do vôo, organizar as coisas que ficam e a casa que vai ter que sobreviver um mês sem mim. Certamente já estou diferente, o peso do estresse, que estava me deixando até amargurada se dissipou nesse dia maravilhoso. As outras pessoas percebem com certeza. Três delas inclusive me disseram que eu estou muito bonita hoje e perguntaram o que aconteceu! A minha mãe adorou a idéia e está em ânsias para encontrar comigo de novo.

Espero que a cada ano, cada uma das que vier daqui pra frente seja assim, como está sendo a minha primeira vez.


Gisele Lins em êxtase com suas primeiras férias. Escreve aqui aos sábados e espera ter muito que contar pro aqui nas próximas semanas.



3 comentários:

Angel disse...

Também estou curtindo, não as primeiras, mas boas férias.
Aproveite bastante, isso passa rápido rs!

Beijos!

Laeticia disse...

Eu tõ de férias forçadas, mas aproveitando pra por minha vida em dia! Aproveite porque tirar férias é mais do que divertido, é necessário!

Sisa disse...

Conte-nos tudo! Não esconda-nos nada! Foi passear onde???

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...